Elisa Marilia Carneiro
De Curitiba
Adoaldo Lenzi, muralista que reproduzia em painéis as obras do artista plástico Poty Lazzarotto, em Curitiba, entrega, no próximo mês, cinco murais que serão colocados em pontos estratégicos no Rio de Janeiro.
Cinco artistas plásticos foram convidados a desenhar os painéis que seguiram para Curitiba para serem reproduzidos por Lenzi, em cerâmica, medindo, cada um, 20 metros quadrados. Participam do projeto Glauco Rodrigues, Molica, Ivan Freitas, Guilherme Sequim e Marilia Krans.
A encomenda foi feita pela Secretaria Municipal de Habitação do Rio de Janeiro, para o programa de urbanização ‘‘Favela-Bairro’’. Os painéis serão fixados em paredes construídas ao ar livre nos acessos aos morros.
Lenzi está trabalhando nos painéis há 60 dias e deve levar mais 30 dias para terminá-los. Os murais são trabalhos perenes, que outras cidades começam a aderir como forma de homenagear a população’’, afirma. O muralista esteve várias vezes no Rio conhecendo os locais para poder reproduzir da melhor forma possível os desenhos.
Cada artista, a seu modo, representou os morros do Rio de Janeiro. Glauco Rodrigues fez uma tropicália com araras coloridas, que vão para o Vidigal; Ivan Freitas, desenhou a favela subindo a encosta com vista para o mar, que ficará exposta no morro do Escondidinho, em Santa Teresa; o morro Fernão Cardin vai ganhar uma obra de Guilherme Sequim, com fundo dourado e flores vermelhas; para o Cerro Corá, Marilia Krans reproduziu o bondinho do Corcovado em formas geométricas e tons pastel; por último, Molica preparou um pôr-do-sol para a Ladeira dos Funcionários, no Caju, com o nome antigo do morro ‘‘Caju Acajaiba’’.
As construtoras que fazem as urbanizações ficaram responsáveis pelo pagamento dos artistas plásticos e Adoaldo Lenzi doou o trabalho dele. O projeto do Rio de Janeiro é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, numa primeira etapa com US$ 300 milhões para atender 55 comunidades e mais US$ 300 milhões, para outras 65 urbanizações, que ainda serão definidas.
Segundo David Lessa, coordenador de obras da Secretaria Municipal de Habitação do Rio de Janeiro, as obras caracterizam a transformação das favelas urbanizadas.O muralista Adoaldo Lenzi está reproduzindo cinco obras em painéis que serão expostos nas ruas do Rio de Janeiro
José SuassunaLenzi reproduz nos painéis trabalhos de Glauco Rodrigues, Molica, Ivan Freitas, Guilherme Sequim e Marilia KransJosé SuassunaAdoaldo Lenzi deve terminar em um mês os murais do projeto ‘‘Favela-Bairro’’