|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

Folha 2 5m de leitura Atualizado em 18/11/2021, 12:35

Prêmio Oceanos de literatura anuncia finalistas

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Prêmio Oceanos de literatura em língua portuguesa e Itaú Cultural anunciaram nesta quinta-feira (18) as 10 obras finalistas da edição 2021 

Pela primeira vez, a lista de finalistas conta com um romance do Timor-Leste, "O plantador de abóboras", de Luís Cardoso, entre os finalistas, que contemplam também autores de Brasil, Moçambique e Portugal. Destes, duas obras foram editadas em mais de um país "O avesso da pele", do brasileiro Jeferson Tenório, e "O mapeador de ausências", do moçambicano Mia Couto 

Cristóvão Tezza: escritor radicado em Curitiba é um dos finalistas do Prêmio Oceanos de Literatura
Cristóvão Tezza: escritor radicado em Curitiba é um dos finalistas do Prêmio Oceanos de Literatura |  Foto: Divulgação
 

Integram a lista oito romances, um livro de contos e um livro de poemas, escritos por autores do Brasil, Moçambique, Portugal e Timor-Leste. Entre os finalistas, duas obras foram editadas em mais de um país de língua portuguesa: "O avesso da pele", do brasileiro Jeferson Tenório, publicado no Brasil e em Portugal, e "O mapeador de ausências", do moçambicano Mia Couto, publicado no Brasil, em Moçambique e em Portugal. "O plantador de abóboras", de Luís Cardoso, é o primeiro livro de Timor-Leste que chega à final. 

Os jornalistas e críticos literários Manuel da Costa Pinto, do Brasil, e Isabel Lucas, de Portugal, apresentam as obras selecionadas e seus autores, que participam por meio de áudios pré-gravados. Confira no podcast do Oceanos 2021, divulgado no Spotify e no YouTube, estas apresentações e leituras de trechos e das anteriores 54 obras semifinalistas, na voz dos próprios autores, também disponíveis no canal do prêmio. 

“É muito gratificante para o Itaú Cultural estar ao lado do Oceanos nesses seis anos, garantindo a continuidade do projeto, e aprimorando a sua governança e ferramentas tecnológicas. Com essa parceria pudemos verificar que, a cada edição, os resultados demonstram a ampliação de alcance do prêmio”, observa Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural. “Em tempos de pandemia e isolamento físico, que dificultariam os trabalhos de seleção dos livros, se não tivéssemos apoio tecnológico, vemos uma obra de Timor-Leste, país indicado pela primeira vez, e outras duas que tiveram edição em mais de um país de língua portuguesa, além de uma diversidade de títulos, sinalizando a força da literatura escrita neste idioma que nos une”, completa. 

Participaram do júri que classificou os 10 livros, pelo Brasil, a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Beatriz Resende, a professora da Universidade de São Paulo (USP) e escritora Eliane Robert Moraes, o poeta e crítico literário Fábio Weintraub e o poeta, músico, produtor cultural, artista visual e editor Ricardo Aleixo. São do júri, ainda, o moçambicano Nataniel Ngomane, professor da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo, e os portugueses Maria João Cantinho, escritora e crítica literária, e Pedro Mexia, escritor crítico literário. 

O Oceanos tem coordenação-geral da gestora cultural Selma Caetano; curadoria para os países africanos de língua portuguesa de Matilde Santos, curadora da Biblioteca Nacional de Cabo Verde; Manuel da Costa Pinto, para o Brasil, e de Isabel Lucas, para Portugal. 

O valor total da premiação é de 250 mil reais, sendo R$ 120 mil para o primeiro colocado, R$ 80 mil para o segundo e R$ 50 mil para o terceiro. 

PARCEIROS

O Oceanos é realizado via Lei de Incentivo à Cultura, pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, e conta com o patrocínio do Banco Itaú, do Instituto Cultural Vale e da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas da República Portuguesa; o apoio e governança do Itaú Cultural e apoio do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, além de apoio institucional da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP. 

Veja abaixo quem são os finalistas do Oceanos 2021: 

· A tensão superficial do tempo, de Cristovão Tezza – romance brasileiro | Todavia 

· Fé no inferno, de Santiago Nazarian – romance brasileiro | Companhia das Letras 

· Inferno, de Pedro Eiras – poesia portuguesa | Assírio & Alvim 

· Maria Altamira, de Maria José Silveira – romance brasileiro | Instante 

· O ausente, de Edimilson de Almeida Pereira – romance brasileiro | Relicário 

· O avesso da pele, de Jeferson Tenório – romance brasileiro | Companhia das Letras Brasil e Portugal 

· O mapeador de ausências, de Mia Couto – romance moçambicano | Caminho, Companhia das Letras e Fundação Fernando Leite Couto 

· O osso do meio, de Gonçalo M. Tavares – romance português | Relógio D’Água 

· O plantador de abóboras, de Luís Cardoso – romance timorense | abysmo 

· Pessoas promíscuas de águas e pedras, de Thais Lancman – contos brasileiros – Patuá 

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM