Prêmio Coca-Cola no Teatro divulga finalistas8/Mar, 14:18 São Paulo, 08 (AE) - Os espetáculos infantis "Vô Doidim e os Velhos Batutas", "Pequena àpera sobre o Vôo" e "Anjos e Abacates" são os que mais acumulam indicações para o Prêmio Coca-Cola no Teatro, que será entregue no dia 21, em festa a partir das 19 horas, no Teatro São Pedro, em São Paulo. Uma iniciativa da Panamco, fabricante do refrigerante no País, e da Spal, de São Paulo, o prêmio é um feliz sobrevivente entre os escassos programas de apoio ao teatro que restaram nesses tempos de patrocínios cancelados. A empresa investe, ainda, em educação, com o projeto "Coca-Cola Leva ao Teatro", além de patrocinar espetáculos ao longo do ano. Os jurados do prêmio são o cenógrafo J. C. Serroni a atriz Wilma de Souza, a psicoterapeuta Miriam Chnaiderman e o jornalista do jornal "O Estado de S.Paulo" Dib Carneiro Neto. Cada premiado receberá um troféu e R$ 4 mil. Acompanhe, a seguir a lista completa de indicados: Autor: Nanna de Castro (Vô Doidim e os Velhos Batutas); Toni Brandão (por dois textos: Foi Ela que Começou, Foi Ele que Começou e Grogue) e Eid Ribeiro (Anjos e Abacates) Diretor: Márcia Abujamra (Pequena àpera sobre o Vôo); Pia Fraus Teatro (O Malefício da Mariposa) e Kalluh Araújo (Anjos e Abacates) Cenógrafo: Cyro Del Nero (Vô Doidim); Ilo Krugli (O Mistério das Nove Luas) e Claudio Saltini (Pequena àpera sobre o Vôo) Figurino: Rubens Amery e Carlos Césare (Eugenoslávia, a Mala de Calêndula); Osvaldo Gabrieli (Além do Abismo) e Kalluh Araújo (Anjos e Abacates) Iluminação: Fernando Anhê (Imago); Davi de Brito e Robson Bessa (Navegadores) e Wagner Freire (Pequena àpera sobre o Vôo) Música ou trilha sonora: Dyonísio Moreno (Vô Doidim), Beto Firmino (Além do Abismo) e André Abujamra (Pequena àpera sobre o Vôo) Melhor ator: Eduardo Silva (Foi Ela que Começou, Foi Ele que Começou), Fernando Sampaio (Navegadores) e Sérgio Serrano (Os Fantasmas da àpera) Melhor atriz: Thânia Castelo (Vô Doidim); Débora Serretielo (Sonho com Recheio Doce) e Carol Badra (Miss Brasil 2.000) Revelação (a única categoria com apenas dois candidatos): Carlos Césare (ator em Eugenioslávia, a Mala de Calêndula) e Guga Stroeter (autor de Monstros Peludos) Melhor espetáculo do ano: "Vô Doidim e os Velhos Batutas"; "Pequena àpera sobre o Vôo" e "Anjos e Abacates" Prêmio estímulo ao espetáculo jovem: "Grogue"; "Miss Brasil 2000" e "Navegadores" Melhor produção: P.B. Prod. Artística (Vô Doidim); Pia Fraus Teatro (O Malefício da Mariposa e Navegadores) e Luiz Alex Tasso (Miss Brasil 2.000) Categoria especial: Annie Welter e Rogério Maia (pela coreografia e preparação corporal de O Malefício da Mariposa); Parlapatões, Patifes e Paspalhões (pelo conjunto da obra e pesquisa) e Mona Magalhães (pela maquiagem em Anjos e Abacates)