CULTURA ONLINE -

Pontos de fuga para dias de isolamento

Universo cultural se movimenta nas redes para manter os ânimos de quem precisa ficar em casa em tempo de pandemia

Walkiria Vieira - Grupo Folha
Walkiria Vieira - Grupo Folha

Cantar no chuveiro torna o hábito mais prazeroso para alguns. O momento relaxa a ponto de, sob a ducha que limpa e refresca, o mais simples mortal brincar de Pavarotti, Freddie Mercury, Anitta, Sérgio Reis e até incorporar um dos Rolling Stones -  ou o que repertório permitir -  fantasiado só de espuma.


A arte é um escape, uma feliz fuga da morbidez e em momentos em que tudo tenta ser enfadonho ou sem brilho, vem alguém e ajuda a levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima.  No período de quarentena em razão dos perigos do coronavírus, artistas de todo o mundo tem realizado performances - e conseguido, de alguma maneira, manterem o calor com fãs.




Apartados do grupo musical Curingas do Samba, que tem oito integrantes, Arthur Santana e Clara Silveira  fizeram recente aparição no facebook. O acústico foi na hora do banho e os filhos do casal, Luísa Rosa  e José Ravi, engrossaram o coro.


O hit  "monkey dance",  de Tones and I,  foi o som da vez e de acordo com Santana, nesse momento o que todos tentam é se movimentar. "Em 2020 fazemos 10 anos, então o que eu venho fazendo na página da banda é gravar uma música  por dia - que não está em nosso repertório -  abro uma enquete para o público dizer se quer ouvi-la no show ou não", conta. Com muita energia, a família SS convida a dançar e dançar. 


O músico Giovani Felix fez a experiência com apresentação pelas redes sociais na quarentena e pretende repetir. Músicas que reúnem, como os sertanejos universitários estão entre as mais tocadas por pelo jovem. "Foi bacana, houve momentos de pico, curtidas e eu gosto que o povo manda pedido, gosto de cantar o que eles querem ouvir, foi uma interação muito bacana".


Gilherme Moreno"Isso tem servido para ressignificar a musica de alguma maneira em mim."
Gilherme Moreno"Isso tem servido para ressignificar a musica de alguma maneira em mim." | Divulgação/ Aline Goulart
 


Guilherme Moreno Nogueira também é músico. Quem gosta de MPB, pop, rock nacional ou internacional sabe que ele agrada um bocado. Toda a agenda está suspensa e ele tem feito suas lives três vezes por semana. Um contato positivo. "Estou parado, sem renda, mas embora as lives não tenham retorno financeiro, funcionam como fuga - para mim e para quem vê", confessa.


Nogueira relata que seu esforço é também para manter uma rotina lançando mão do que sabe fazer na tentativa de minimizar os efeitos do isolamento. "Tem sido bom  e recebi mensagens positivas, algumas me deixaram até emocionado, gente dizendo que foram horinhas de alívio e de certa normalidade. E isso tem servido para ressignificar a musica de alguma maneira em mim.

A iniciativa de um coletivo de artistas londrinenses por meio do instagram #umshowemcasa é a promoção de lives. Batupé,  Bonafini, Caburé Canela, David Mour e Frutal e Gustavo Gorla, são alguns dos nomes. Acompanhar os artistas ou descobri-los é a proposta para todos ficarem em casa. 


Distração para toda a família, sim senhor!

Surpresa: palhaças e palhaços de Londrina se apresentam online até abril
Surpresa: palhaças e palhaços de Londrina se apresentam online até abril | Divulgação/ Fábio Alcover
 


O evento online "Quéta o facho no sofá", apresenta-se como um espetáculo de palhaçarias.  Trata-se de uma uma iniciativa de palhaças e palhaços de Londrina e tem o intuito de colaborar com o período de isolamento necessário para o período da Pandemia da Covid19.


Começou no dia  23 de março e até o final de abril serão 16 espetáculos de palhaçaria da cidade, sempre às segundas, quartas e sextas, nos canais de cada grupo das 14h às 22 horas. 


A programação é dinâmica e “quase” surpresa. Para acessar, tem que acompanhar os perfis nas redes sociais dos grupos, que todo dia vão postar a programação com o próximo espetáculo. Isso é para gerar movimento e público para cada grupo de palhaça e palhaço, gerar uma interação orgânica e uma comunicação direta entre artista e plateia, já que isso não é possível no momento", informou a assessoria.


Os grupos participantes dessa iniciativa são: Triolé, Plantão Sorriso, Palhaça Adelaide, Palhaça Frida, Den Braen, Cia Os Palhaços de Rua, Família do Circo, Palhaça Incrível Teimosa, Palhaço Ritalino, Cia de Teatro Vermelho, Hanny Reis e Gustavo Bertin, Cia Clac e Grita Cia de Palhaças.

Em dois dias de atividades, já são mais de 600 famílias assistindo aos espetáculos e muitos relatos da ajuda que eles tiveram no dia a dia dos lares que puderam acompanhar.


Mais atrações em Londrina


A programação cultural de Londrina está cheia de novidades. Tem exposição com fotos da cidade mostrando como ela era em outras décadas, apresentação de orquestras, cursos gratuitos online e estante de leitura à disposição de leitores mirins.


Só que é tudo em versão digital para que as pessoas que estão em casa, respeitando a  quarentena possam circulam livremente pelas redes.  Veja quanta atração da cidade e de todo país:


Festival Quéta o  facho no Sofá - https://www.facebook.com/triolecultural


Exposição A Londrina de Outros tempos - https://www.youtube.com/watch?v=xYA44PACvXc


Espetáculos Grupo Corpo Companhia de Dança -  https:// www.vimeo.com/grupocorpo


Leitura para os pequenos: https://www.euleioparaumacrianca.com.br/historias/o-cabelo-da-menina/


Biblioteca Digital Mundial: www.facebook.com.br/festivalficoemcasabr


Rádio Alma Londrina: www.almalondrina.com.br 


Museu da Imagem e do Som: www.mis-sp.org.br/acervo/online


Orquestra Filarmônica de Minas Gerais:  https://www.youtube.com/user/filarmonicaMG




Porta-curtas: http://portacurtas.org.br/


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias