Nelson Sato
De Londrina
Ficou imperdoável gravar discos acústicos – ou ao vivo – no Brasil. O estigma de oportunismo passou a perseguir toda e qualquer gravação do gênero, particularmente por levantar carreiras em declínio.
Ao longo dos anos 90, a MTV foi a grande responsável pela epidemia do formato, tanto lá fora como aqui. Mas a fórmula que muitos julgam já exaurida, continua arrebanhando adeptos, como mostra o recente trabalho do guitarrista baiano Pepeu Gomes.
O Cedezinho chegou às lojas no mês passado, em meio às compras natalinas e de passagem de ano, o que já dá para desconfiar. Pepeu, porém, caprichou tanto na confecção do produto que até merece um desconto. Meu Coração (Trama) reúne 12 de seus maiores sucessos, além de duas faixas inéditas – ‘‘Dono de Mim’’ e ‘‘O Que é Que Você Quer Comigo?’’.
A produção ficou a cargo do também guitarrista Robertinho do Recife, mentor do projeto. O álbum dá continuidade à retrospectiva dos 20 anos da carreira de Pepeu, festejada no ano passado com o lançamento de um song book e um CD duplo de 39 faixas, onde a qualidade muitas vezes não correspondia à quantidade.
Se em algumas faixas do CD comemorativo, sua guitarra parecia capitular arrastada por arranjos pasteurizados de metais, o novo trabalho prima pela discrição instrumental. Na comparação, Meu Coração resulta em alívio. O repertório foi montado de acordo com ‘‘as mais pedidas’’ nos shows, nos quais é comum Pepeu incluir blocos acústicos.
A seleção das canções contou também com consultas aos fã-clubes do artista. O principal destaque é uma versão intimista de ‘‘Garota Dourada’’, hit nos anos oitenta da banda Rádio Táxi, que em sua releitura ganhou um naipe de cordas e abordagem bossa nova. De autoria de Nelson Motta, é a única composição não assinada por Pepeu. Desplugado, o artista se restringe ao violão e ao bandolim ao longo das faixas, acompanhado-se dos irmãos Jorginho (bateria) e Didi Gomes (baixo).
A faixa-título, e que abre o disco, é uma parceria sua com Gilberto Gil. ‘‘Meu coração não quer nada no futuro / Ele só quer pra já / Já que está maduro’’, canta ele nos primeiros versos. Gil, aliás, foi quem o descobriu na Bahia convidando-o para acompanhá-lo no Show ‘‘Barra 69’’, no Teatro Castro Alves, em Salvador.
A fama de grande guitarrista veio nos anos 70, já como integrante dos Novos Baianos ao lado de Baby Consuelo, Galvão, Moraes Moreira e Paulinho Boca de Cantor. O primeiro disco-solo, Geração do Som, saiu em 1978. É desse álbum o hit ‘‘Malacaxeta II’’, repaginado agora com uma levada blues. Os ritmos caribenhos revestem ‘‘A Lua e o Mar’’, ‘‘Sexy Iemanjᒒ e ‘‘O Mal é o Que Sai da Boca do Homem’’ (‘‘Você pode fumar baseado / Baseado em que você pode / Fazer quase tudo / Contanto que você possua / Mas não seja possuído’’).
Completam o disco as canções ‘‘Eu Também Quero Beijar’’, ‘‘Masculino e Feminino’’, ‘‘Mil e Uma Noites de Amor’’, ‘‘Deusa do Amor’’, ‘‘Planeta Vênus’’ e ‘‘Fazendo Música Jogando Bola’’. Pepeu desligou tarde a tomada. Mas não tomou choque.

Repertório de ‘‘Meu Coração’’
•‘‘Meu Coração’’ (Pepeu Gomes-Gilberto Gil)
•‘‘Mil e Uma Noites de Amor’’(Pepeu Gomes-Baby Consuelo- Fausto Nilo)
•‘‘Deusa do Amor’’ (Pepeu Gomes-Baby Consuelo)
•‘‘Garota Dourada’’(Wander Taffo-Lee Marcucci-Nelson Motta)
•‘‘Malacaxeta 2’’ (Pepeu Gomes-Caetano Veloso)
•‘‘Planeta Vênus’’ (Pepeu Gomes-Baby Consuelo-Riroca Gomes)
•‘‘Fazendo Música, Jogando Bola’’ (Pepeu Gomes-Baby Consuelo)
•‘‘Masculino e Feminino’’ (Pepeu Gomes- Baby Consuelo- Didi Gomes)
•‘‘O mal é o que sai da boca do homem’’ (Pepeu Gomes-Baby Consuelo-Galvão)
•‘‘A Lua e o Mar’’ (Pepeu Gomes-Moraes Moreira-Fausto Nilo)
• ‘‘Sexy Yemanjᒒ (Pepeu Gomes- Tavinho Paes)
• ‘‘Eu Também Quero Beijar (Pepeu Gomes-Moraes Moreira-Fausto Nilo)
•‘‘Dono de Mim’’ (Pepeu Gomes-Carlos Caramez) (*)
•‘‘O que é que você quer comigo?’’ (Pepeu Gomes-Carlos Caramez-André Gomes) (*)
(*) Inéditas