O que esperar da segunda temporada do Theo? O cartunista Marco Jacobsen responde

Personagem inspirado no filho do cartunista, ilustrador e chargista da FOLHA agora aparece nas tirinhas explorando temas ligados à adolescência

Marcos Roman - Grupo Folha
Marcos Roman - Grupo Folha

 

Marco Jacobsen com o filho: “Passei por uma fase desestimulado depois que eu e a mãe do Theo nos separamos, acabei ficando sem inspiração. Agora que tudo já foi resolvido, o Theo aparece tanto na casa da mãe quanto na casa do pai, mostrando que é filho de pais separados”
Marco Jacobsen com o filho: “Passei por uma fase desestimulado depois que eu e a mãe do Theo nos separamos, acabei ficando sem inspiração. Agora que tudo já foi resolvido, o Theo aparece tanto na casa da mãe quanto na casa do pai, mostrando que é filho de pais separados” | Acervo pessoal
 


Os leitores que acompanham as tirinhas do Theo, publicadas diariamente pela FOLHA, agora podem se divertir com a nova fase do personagem. Inspirado no filho do cartunista, chargista e ilustrador Marco Jacobsen, o menino que tem a vida retratado em engraçados quadrinhos que acompanharam desde o início de sua gestação acaba de entrar na adolescência. Novas descobertas, mudanças físicas, a introspecção típica da faixa etária e outras questões universais vividas por adolescentes passam a fazer parte das histórias que mostram o cotidiano do garoto que mora na Little London, cidade fictícia que faz alusão a Londrina.  


“A ideia de um personagem que cresce é um projeto inédito na imprensa mundial. As tirinhas do Theo começaram a ser produzidas em 2012, mostrando a mãe grávida dele. Depois foi retratado o dia a dia de um casal que recebeu o primeiro filho. Nos anos seguintes, vieram situações ligadas à primeira e segunda infância. E agora, desde o mês passado, estão sendo mostradas questões típicas da adolescência”, comenta o cartunista Marco Jacobsen. 


Ele explica que a nova temporada de Theo tem sido inspirada em fatos da rotina de seu filho e também por situações vividas por outros pais de filhos adolescentes. “Meu filho Theo nasceu em 2006 e agora tem 15 anos. Tenho observado dia a dia dele também escuto muitos relatos de amigos que estão passando pela mesma fase com seus filhos. Todas essas experiências acabam servindo de inspiração na hora de criar as tiras do personagem”, conta. 



O cartunista enfatiza que muitos fatos mostrados nos quadrinhos de Theo são comuns a quase todos os adolescentes da mesma faixa etária. “Algumas questões são universais, como o drama na hora de arrumar o quarto. As mudanças no corpo. A introspecção que faz com eles queiram ficar muito tempo sozinhos no quarto. A apreensão dos pais que esperam horas por respostas dos filhos no WhatsApp e percebem que cada vez elas demoram mais e quando chegam vêm com palavras cada vez mais abreviadas. Enfim, acho que quase todos passam por coisas parecidas nesta fase”. 


 

Além do humor 

Jacobsen revela que pretende dar uma abordagem educativa e não ficar restrito apenas ao humor nessa nova temporada. “Pretendo dar recados sobre a formação caráter e também passar informações por meio do personagem. Isso começará a acontecer em breve, quando o Theo vai ganhar um novo amigo e formar uma banda com ele. Esse amigo é negro e gordinho, e apesar de usar dreadlock nos cabelos, o que dá a impressão de que ele gosta de reggae, ele curte rock. Vou usar esse personagem para mostrar a quebra de preconceitos. E aproveitar o diálogo entre eles para passar informações sobre a história do rock, por exemplo, quando e onde o estilo surgiu e quem foram os roqueiros mais importantes da história e outras dicas interessantes”, revela. 


 

.
. | Marco Jacobsen
 



Familiaridade com os londrinenses 

Ao narrar o cotidiano do filho por meio de tirinhas, Jacobsen relata que a intenção foi criar um vínculo familiar com os leitores. “A ideia é fazer com que quem acompanha as tirinhas se sinta um membro da família do Theo, acompanhando as diversas fases de vida dele”, salienta. 


Ele ressalta que apesar de o filho ter nascido em Curitiba, o personagem dos quadrinhos tem um grande vínculo com Londrina. “Nas tirinhas o Theo muitas vezes aparece vestido com a camisa do Tubarão, mostrando que é torcedor do time da cidade. E em muitas ocasiões ele aparece passeando no Lago Igapó e em outros cenários londrinenses, tanto que nas histórias ele diz que mora em Little London, ou seja, na pequena Londres, que é uma referência clara a Londrina. Além de criar uma familiaridade maior com os leitores do jornal, é também uma forma de homenagear uma parte grande da nossa família mora em Londrina e em cidades da região,  onde costumamos passar nossas férias”, diz. 


 Da vida real para os quadrinhos 

A nova temporada de Theo surge após um hiato de mais de um ano, período em que novas tirinhas do personagem não foram criadas. “Passei por uma fase desestimulado depois que eu e a mãe do Theo nos separamos. Como o personagem vivia em seu núcleo familiar, acabei ficando sem inspiração nesse período. Agora que tudo já foi resolvido, o Theo aparece tanto na casa da mãe quanto na casa do pai, mostrando que é filho de pais separados”. 


 

.
. | Marco Jacobsen
 



 Criador e criatura  

Trabalhando profissionalmente como ilustrador desde 1998, Marco Jacobsen conta que o personagem Theo surgiu de forma muita espontânea. “O pessoal da escola onde o Theo estudava em Curitiba sabia que eu trabalhava com ilustração e sugeriu que eu mandasse uma tira mensal para ele apresentar pros colegas. Comecei a produzir e vi que poderia ser um projeto interessante. A primeira tira do Theo foi publicada pela FOLHA a quase dez anos, em 2012. Meu filho gosta muito do personagem inspirado nele, costuma rir muito dos quadrinhos e dar sugestões para novas histórias”, relata. 


 Evolução nas redes 

Além de aparecer diariamente nas edições impressa e on-line da FOLHA, o personagem Theo pode ganhar outras plataformas futuramente. “É possível que ele ganhe uma página própria no Instagram e crie trilhas com músicas de sua preferência em plataformas como o Deezer e o Spotify”, adianta Jacobsen.  


Colaborador da Folha de Londrina desde 2004 com charges políticas, além das tirinhas do Theo, Jacobsen também é autor dos livros infanto-juvenis: "Confesso" (2007), "Lendas Brasileiras - Natureza Viva" (2009) e "Onde Estão as Cores" (2017)..


...

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo