LANÇAMENTO -

Nova série sobre os Beatles empolga fãs; músicos de Londrina opinam

Dirigida por Peter Jackson, que fez "O Senhor dos Anéis", série estreia em novembro no Disney + e traz a gravação do último álbum da banda - Let It Be – com cenas inéditas

Celia Musilli  - Editora
Celia Musilli - Editora

Tão esperada quanto o lançamento do álbum "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band " (1967) - oitavo disco da banda que ficou durante 27 semanas nas listas dos mais vendidos - a série "The Beatles: Get Back" vem aí para resgatar a magia de um dos grupos musicais mais celebrados do planeta. 

 

A série será exibida nos dias 25, 26 e 27 de novembro no Disney +.



 

The Beatles: parte da história da banda é resgatada com cenas inéditas que mostram camaradagem entre os integrantes
The Beatles: parte da história da banda é resgatada com cenas inéditas que mostram camaradagem entre os integrantes | C.Press/ AFP
 



Conforme anúncio de Bob Iger, presidente executivo e presidente do Conselho da The Wall Disney Company,  as cenas mostram "a íntima camaradagem, a composição genial e o impacto indelével de uma das bandas mais icônicas e culturalmente influentes de todos os tempos."  A amostra da intimidade,  que pode ser vista num 'sneak peek' - como se denomina a degustação de algo nunca visto -  já está nas plataformas digitais.  O trailer emociona e surpreende, são os bastidores da gravação do último álbum da banda, "Let It Be", em 1969. 


 

A série inicialmente era para ser um filme, mas o repertório imenso e uma coleção sensacional de imagens nunca vistas pelo público acabaram num documentário que resgata as filmagens de Michael Lindsay-Hoog, o mesmo que fez o documentário "Let It Bee", que marca a ruptura da banda. No fim, dada a riqueza de filmagens inéditas, o que seria um filme virou uma série de três episódios, de duas horas cada um, que certamente vão valer uma maratona. 

  

  

O resgate ganha ainda mais importância nas mãos de Peter Jackson  - diretor de "O Senhor dos Anéis" e "Hobbit" - responsável pela produção. O trailer  pode ser visto no canal do Walt Disney Studios no YouTube. Quem for espiar vai ficar maravilhado. Em cenas espontâneas, vemos a banda em 1969, quando as coisas já deviam estar ruins, mas no documentário não passam essa impressão. 

  

Brincalhões, os Beatles aparecem como se não houvesse rompimento à vista, bem como as mulheres de John Lennon, Yoko Ono, e Paul McCartney, Linda Eastman, que surgem de relance, num cochicho que denota intimidade. Pelo menos nesta sequência, o espectador fica pensando: "mas onde estava a briga?" Aquela que rendeu tantas notícias e fofocas, antagonizando Lennon e McCartney, parceiros musicais de décadas.  


  

De qualquer forma, melhor ver os integrantes da banda assim, brincando, num 'flash back' de momentos sem conflitos. A sequência é uma colagem de vivências e amizade, há ainda um frescor nas imagens que escapa à ideia de nostalgia que embaralha o ontem, já distante, com um quase hoje.  Esse talvez seja um dos trunfos do documentário. 


   

A série foi feita com a colaboração de Paul McCartney, Ringo Starr, Yoko Ono Lennon e Olivia Harrison. A produção é de Clare Olssen e Jonathan Clyde, com Ken Kamins e Jeff Jones, da Apple Corps, como produtores executivos. Jabez Olssen é o editor do documentário, e a música é mixada por Giles Martin e Sam Okell.  Na última quinta-feira (14), o canal dos Beatles no YouTube também divulgou o trailer de "Get Back."

 

 

Ficou curioso? Corra lá pra ver o que vem por aí. Vale!  

    

Confira aqui The Beatles: Get Back 




SERVIÇO:

Série: The Beatles, Get Back

Direção: Peter Jackson

Exibição, 26, 27 e 28 de novembro no canal Disney+



A EXPECTATIVA PELA ESTREIA DE 'GET BACK'

 

 

.
. | Rei Santos/ Divulgação
 



Estou contando os dias e as horas.  É, sem dúvida, um material muito preciso para quem fez dos Beatles uma grande escola. Ter o privilégio, a essa altura do campeonato, de receber um presente desse calibre é muito especial pra mim. 

Vai ser como voltar no tempo, como viver o final da década de 60, tenho certeza que vou sentir fortes emoções, essas 56 horas de gravações inéditas, que foram editadas em três episódios, são um tesouro histórico, que com o toque de Midas de diretor Peter Jackson devem ter ficado mais especiais ainda. Já me encantei pela prévia que assisti e vislumbrei do que vem por aí.

Kiko Jozzolino, guitarrista, produtor cultural e fundador do Festival Blues de Londrina




 

.
. | Rei Santos/ Divulgação
 


Desde criança em minha família musical - pai baterista e mãe cantora - discos de vinil foram muito presentes. Dentre artistas da MPB, música pop e  rockeiros diversos, uma grande parte destes discos era dos Beatles.  Cresci ouvindo toda a obra do grupo, do álbum "Please Please Me" ao "Álbum Branco" e  "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band".  Ringo Star sempre foi nome comum em casa e, depois, mais ainda, quando adotei a bateria profissionalmente. Além dos vinis, eram comuns documentários em VHS.  Hoje sabendo que logo será lançado um novo documentário, com imagens inéditas e uma super direção, fico na enorme expectativa de assistir e me ligar mais uma vez a essa banda que sempre esteve presente na minha história de vida e de profissão.


Bruno Cotrim é baterista da Big Band de Arapongas, tocou com Angela Maria, Simone Mazzer, Victor Biglione e Toninho Ferragutti. Atualmente toca com André Siqueira, Acústico Blues Trio, Quarteto Descobertas e Roney Marczack, entre outros



 

.
. | Flávio Menoli/ Divulgação
 


Estou ansioso para assistir o novo documentário "Get Back", de Peter Jackson, sobre os bastidores das gravações do álbum "Let It Be", dos Beatles. Historicamente, esse momento dos Fab Fours sempre foi retratado com brigas e desavenças entre eles. E a versão do diretor mostra exatamente o oposto, onde todos trabalham alegres e cheios de inspiração criativa. Os Beatles sempre rechearam minha adolescência com mágica e excelência. Sempre será uma das minhas maiores referências, até inconscientemente.

Seu trabalho é tocante, insuperável e semeia  o amor em força bruta. Eterno. Obra de arte super concentrada.


Lou Sampaio é guitarrista das bandas Led Zeppelin Cover, Laranja Mecânica e Dead Roses. Já tocou com Gregori's Heart Band, Novaventura e Devacan



 

.
. | Folha Imagem
 



 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo