Mosqueiro tem 17 km de praias de água doce Agência Estado A Ilha do Mosqueiro fica a 82 quilômetros de Belém do Pará. O nome vem do verbo ‘‘mosquear’’, ou seja, assar na brasa peixe enrolado em folha de bananeira. Na estrada até lá, entre uma mata e outra surgem vilas de pescadores com igrejinhas de barro e meninos vendendo camarão seco. Depois de uma hora de viagem chega-se a uma praia com o sugestivo nome de Paraíso. Assim como ela, todas as outras 17 praias de Mosqueiro são de água doce. É muito singular deitar na areia para tomar sol vendo um mar que não é mar, é rio, mas tem onda, peixe e horizonte. Ao todo, o Mosqueiro oferece 17 quilômetros de praias. Tem para todo mundo. A Praia do Paraíso é considerada a mais selvagem, apesar dos alto-falantes com música. Lá, o Hotel Fazenda Paraíso construiu um restaurante onde os hóspedes se deliciam com peixes de rio servidos com pirão e feijão. O hotel ainda oferece cavalos para passeios. Quem vai a Mosqueiro de barco sai do Ver-o-Peso e aporta na simpática Vila de Mosqueiro, repleta de casas muito antigas. Depois, é praia para todo lado. A mais agitada é a do Curupira, cheia de bares e casas de veraneio. Mas tem também Praias do Bispo, Chapéu Virado, Farol (com maior extensão de areia e muitas canoas), Porto Arture e São Francisco. Todas com água de cor barrenta, por causa do fundo do rio, e algumas com ondas tão grandes que dá até para praticar surfe.