Mano Walter diz que seis familiares tiveram Covid e sentiu 'medo danado' pela esposa grávida


ANA BEATRIZ GONÇALVES
ANA BEATRIZ GONÇALVES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Mano Walter, 34, que lança nesta sexta-feira (31) sua nova parceria com Paula Fernandes, "Chorona", contou que foi afetado diretamente pela pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, alguns dos seus familiares tiveram diagnóstico positivo para a doença.

"Umas seis pessoas da minha família pegaram isso daí. Uma tia faleceu, então tem sido difícil", afirmou em entrevista coletiva nesta tarde. Assim como os demais artistas, Mano precisou adaptar a agenda de lançamentos e agora estreia com seu novo EP "Histórias". "A gente ia gravar um DVD e devido a pandemia vamos adiar e ver outras datas."



Preocupado com a disseminação do vírus, Mano Walter disse que enfrentou muitas dificuldades para gravar à distância o videoclipe de "Chorona". Ele espera seu primeiro filho, José, com a modelo e Miss Santa Catarina 2018, Débora Silva.

"Eu estava com um medo danado com a Débora grávida. Todas às vezes que tinha contato com alguém eu passava uma semana dormindo em outro quarto, também fiz inúmeros testes", explicou o cantor alagoano.

Mano Walter não vê a hora da chegada de José. "Eu converso com ele todos os dias, canto 'Juramento do Dedinho'", afirmou. "É um momento mágico, sempre tive vontade de ser pai. Acho que José vai nascer depois do Dia dos Pais, mas quem sabe não vem antes? [risos]".

A voz do sucesso "Não Deixo Não" contou que sua esposa pretende ter parto normal e por isso pode dar à luz já na próxima semana. "A vontade de Deus que vai dizer. Eu tô aqui pintando o quarto, arrumando tudo. É uma ansiedade, expectativa, que rapaz...", disse o músico.

Se readaptando a nova rotina dentro de casa, o artista que antes fazia em média 25 shows por mês, pretende diminuir a agenda quando tudo voltar ao "novo normal." "Quero dosar um pouco para ficar mais com os meus pais", contou.

A entrevista também teve a participação especial de Paula Fernandes, que ficou honrada quando recebeu o convite de Mano para cantar "Chorona". "Arrepiei toda quando ouvi pela primeira vez. Sinto que a gente tem uma ligação (...) Somos de interiores diferentes, mas sinto que temos uma ligação energética."



Já Mano Walter completou agradeceu a colaboração da sertaneja e afirmou que ela deu um brilho a mais à canção. "Veio para ser a cereja do bolo", brincou o cantor.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo