CONCERTO Maestro alemão rege a OSP Arquivo FolhaHolger Kolodziej rege hoje a Orquestra Sinfônica do Paraná: principal peça do concerto é de autoria desconhecida Michele Muller De Curitiba O maestro alemão Holger Kolodziej vem novamente a Curitiba para reger a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) em um concerto marcado para hoje, às 17 horas, no Canal da Música. Ele já esteve na cidade em setembro, a convite do Teatro Guaíra, e retorna para mostrar ao público seu trabalho em três obras, selecionadas em paceria com o atual regente da OSP, Roberto Duarte. A peça que abre a apresentação é o maior destaque da noite: ‘‘Sinfonia Concertante para Oboé, Clarineta, Trompa, Fagote e Orquestra’’. De autoria desconhecida, segundo o maestro, a obra tida por muitos como uma das músicas de Mozart é a única no cenário erudito a exigir essa combinação específica de solistas. A sinfonia tem solo de André Ehrlich, na clarineta, Paulo Barreto, no oboé, Edivaldo Chiquini, na trompa, e Jamil Mamédio Bark, no fagote. O concerto também inclui a abertura da ópera ‘‘Cosi Fan Tutte’’, de Mozart, considerada por Holger a mais difícil de ser executada do programa. ‘‘Ela tem um tempo muito rápido e notas pequenas’’, diz o maestro. Ele acredita que a música consegue passar o clima de bagunça e alegria da ópera, que faz uma brincadeira com a relação entre homens e mulheres. Após o intervalo, os músicos retornam ao palco com a ‘‘Sinfonia nº 3 em mi bemol maior, op 97’’, de Robert Schumann. Holger acredita que a Orquestra está bem preparada para desafios como ‘‘Cosi Fan Tutte’’, mas ainda não apresenta a mesma disciplina da Orquestra Sinfônica de Minais Gerais, dirigida por ele há dois anos. ‘‘Eu sinto neles uma vontade muito grande de conhecer um repertório novo. E acho que a minha vinda para cá é bastante saudável, porque permite que eles explorem outros tipos de interpretação’’, afirma. Um dos problemas que a orquestra está enfrentando, na opinião do maestro, é a pouca qualidade acústica das salas no Canal da Música, onde são realizados os ensaios. Segundo ele, a infra-estrutura do Guaíra – local onde os músicos ensaiavam até pouco tempo atrás – é bem melhor. ‘‘Eles estão tendo dificuldade em escutar uns aos outros, o que atrapalha muito o trabalho da orquestra’’, aponta Holger. Concerto da Orquestra Sinfônica do Paraná, sob regência do maestro Holger Kolodziej. Obras de Mozart e Schumann. Hoje, às 17 horas, no Canal da Música (Rua Júlio Perneta, 695, Mercês, em Curitiba. Telefone 335-5273). Ingressos: R$ 5,00.