Guto Barra
Agência Estado
Pouco mais de duas semanas antes de voltar aos cinemas americanos com ‘‘The Next Big Thing’’, Madonna toma conta da mídia do país. A popstar, que apareceu pela última vez nas telas em ‘‘Evita’’, de 1996, está na capa de revistas como ‘‘Vanity Fair’’ e ‘‘Jane’’, tem seu cover de ‘‘American Pie’’ entre as músicas mais tocadas nas rádios e o vídeo entre os mais badalados da MTV.
Mais uma vez, ela adota o comportamento gay como uma de suas principais causas, ao mesmo tempo em que revela detalhes sobre seu relacionamento com o diretor de cinema Guy Ritchie. Madonna aparece na mídia também por conta dos investimentos que está fazendo no web site Listen.com e de rumores envolvendo o homem que está preso por assediá-la.
A polêmica parece estar longe do dia-a-dia da popstar, por incrível que pareça. Sua versão de ‘‘American Pie’’ foi aprovada pelo autor da música, Don McLean (que lançou o hit em 1971), mesmo tendo sido podada por Madonna. O cantor disse que recebeu ‘‘muitos presentes de Deus’’ durante sua vida. ‘‘Mas nunca havia recebido nenhum presente de uma deusa’’, disse ele. ‘‘Espero que esta nova versão ajude as pessoas a pensar no que aconteceu com a música nos Estados Unidos.’’ McLean escreveu a canção em homenagem aos cantores Buddy Holly, Ritchie Valenz e Big Bopper, que morreram em um acidente de avião em 1959.
Se Madonna já causou escândalos o suficiente no passado, seu novo apoio à causa gay tem passado despercebido nos Estados Unidos. Em ‘‘The Next Big Thing’’, Madonna faz o papel de uma professora de yoga solteira que, depois de uma noite de bebedeira, acaba engravidando do amigo gay (personagem de Rupert Everett, o ator de ‘‘O Marido Ideal’’ e ‘‘O Casamento do Meu Melhor Amigo’’). Os dois resolvem criar o filho como se fossem um casal.
A cantora e o ator (que é assumidamente gay) têm aproveitado o filme para tratar a questão com naturalidade. ‘‘Não acho que ninguém deveria ser definido por sua preferência sexual’’, disse ela à ‘‘Vanity Fair’’ de março, em que aparece com Everett na capa. Os dois dizem que não acham certo a prática do outing (revelar publicamente a preferência sexual) e fazem vários comentários sobre relacionamentos passados. ‘‘Somos ambos minorias’’, diz ela, referindo-se ao fato de ela ser mulher e ele, gay. Incrivelmente ainda não apareceram as críticas de grupos conservadores em relação à trama do filme.
Na entrevista, Madonna conta que conheceu Everett nos anos 80, por meio de seu então namorado, Sean Penn. ‘‘Eu estava completamente abobalhada por Sean e o Rupert também’’, brincou ela. Os dois se tornaram amigos, mas não estiveram em contato por vários anos, na época em que a carreira cinematográfica deles parecia não ir a lugar nenhum. Apenas há três anos – e depois de vários fracassos – a popstar ganhou um Globo de Ouro por seu trabalho em ‘‘Evita’’ e ele roubou a cena em ‘‘O Casamento do Meu Melhor Amigo’’, com Julia Roberts, que faturou quase US$ 240 milhões em todo o mundo.
Além de falar sobre sua vontade de ter mais um filho (‘‘Mas minha atitude agora é: eu preciso ter certeza de que quero ficar com aquela pessoa por um bom tempo para criar a criança junto’’, diz ela), a Madonna em fase adulta também ganha credibilidade por investir em novos negócios. Na semana passada ela ganhou espaço nos noticiários por aparecer como uma das financiadoras do web site Listen.com, de download de músicas, ao lado de cinco grandes gravadoras. O valor do negócio não foi divulgado.
O nome dela também tem aparecido por conta do homem que foi preso em 1996 depois de invadir a casa da estrela em Hollywood. Robert Dewey Hoskins teria escrito uma carta para os pais fazendo novas ameaças à cantora – atitude considerada criminosa para um presidiário na Califórnia. Ele deve ficar preso até o ano 2004 por ter feito várias tentativas de aproximação com Madonna, com quem dizia querer se casar. ‘‘Ela me deu um tiro e estou muito bravo’’, teria dito Hoskins na carta. O caso ganhou um segmento especial no programa de TV ‘‘Access Hollywood’’, que tenta ‘‘sensacionalizar’’ a história.
Enquanto isso, o vídeo de ‘‘American Pie’’ (em que Madonna aparece com Everett dançando em frente a uma bandeira dos Estados Unidos) ganha boa execução na MTV americana e as propagandas do filme tomam conta da televisão. Resta saber como a crítica vai tratar a comédia romântica nos próximos dias.