LEITURINHA - A batalha imaginária


Marcos Losnak Especial para a Folha2
Marcos Losnak Especial para a Folha2

Imagine o encontro entre dois guerreiros completamente diferentes. Um deles, cavaleiro medieval cruzando as florestas européias. Outro, um rebelde percorrendo as caatingas do sertão brasileiro. Um revestido por armaduras de ferro. Outro, protegido por roupas de couro. Dois heróis de espaço e tempo distintos.
O ilustrador Fernando Vilela imaginou esse encontro inusitado em ''Lampião & Lancelote'', obra infanto-juvenil que acaba de ser lançado pela Editora Cosac Naify. Para desenvolver a história, Vilela recorreu à feitiçaria de uma bruxa malvada.
Para tumultuar a vida de Lancelote, lendário cavaleiro da Távola Redonda, a feiticeira transfere o guerreiro medieval para a época em que o cangaceiro Lampião e seu bando guerreavam na caatinga nordestina.
Utilizando as características da literatura de cordel, ''Lampião & Lancelote'' narra a história do encontro entre os dois bravos guerreiros. Como os dois briguentos não conseguem se entenderem através da conversa, partem para uma batalha. Um ''duelo'' no conceito medieval, uma ''justa'' segundo os princípios do cangaço.
Apesar de ser uma história sobre guerreiros, ''Lampião & Lancelote'' é um livro que fala de paz. Isso porque, no meio da batalha nasce uma grande festa popular. Um agitado baile onde os combatentes deixam a violência de lado para entrarem numa animada dança. A história sugere que não é difícil encontrar uma maneira de resolução de conflitos sem violência.
Embora a história de ''Lampião & Lancelote'' seja interessante, um verdadeiro achado, as imagens do livro roubam a cena. Construídas em apenas três cores (preto, prata e cobre), utiliza duas delas como demarcação de personagens. O tratamento espacial das ilustrações coloca a obra na categoria de rico objeto estético.
O leitor pode realizar várias viagens através das páginas de ''Lampião e Lancelote''. Além da leitura do texto, através das ilustrações é possível seguir uma narrativa arrebatadora. A beleza das imagens não está apenas no domínio técnico utilizado, mas na abrangência na riqueza de leituras que oferece.
A clareza narrativa das imagens possui a capacidade de construir um universo próprio que promove a união do conteúdo de duas culturas distintas. Uma união que pode ser compartilhada com qualquer espécie de entendimento. Do mais simples, ao mais complexo.

Serviço:
- Livro ''Lampião & Lancelote'', textos e ilustrações de Fernando Vilela. Editora Cosac Naify, 52 páginas, capa dura, R$ 49,00.


Continue lendo


Últimas notícias