Filmes inesquecíveis O bipresidente Fernando Henrique Cardoso é realmente surpreendente. Quando pensamos que ele já nos deu tudo em matéria de exercício da vaidade, lá vem ele com seus modos de corar espelho e solta mais uma. O homem que não diz a que veio em várias línguas desta vez saiu com essa: uma das frustrações de sua vida foi não ter sido ator.   FHC garante que teria até recusado um convite de Gláuber Rocha para atuar em ''Terra em Transe'', um dos filmes polêmicos do cineasta criador do Cinema Novo.   Falso modesto, característica que utiliza com grande habilidade, certamente FHC pretendia puxar aplausos para si, gritos de Bravo!, apupos da massa. Quem sabe alguns pontinhos de popularidade no jantar com intelectuais e artistas, onde soltou a pérola.   Afinal, ele é o melhor ator que temos. Carece de técnica, dá mais de si quando trabalhado por marqueteiros em programas eleitorais adubados com muita verba. Mas desempenha bem os papéis: n'um dia elabora junto com o senador ACM um ''jeitinho'' jurídico de soltar umas verbas oficiais para a instalação de uma Ford na Bahia; n'outro dia posa para fotos com Covas, atacando a guerra fiscal.   É um homem de muitas caras: ator inato, o que vier ele traça, com uma tranqüilidade de fazer inveja a muito ator profissional.   Mas na política brasileira pululam atores de variados estilos, gente que atua diariamente nos bastidores e em público como se vivesse eternamente em telas de cinema. Vamos ver em que tipo de filme se encaixam algumas das personagens da nossa cena política. Jota OS FILMES ACM Poderoso Chefão I, II, III e IV Armínio Fraga Alien 1 Henri Philippe Reichstul, da Petrobras Alien 2 Francisco Gros Alien 3 Dona Ruth Meu Marido, o Presidente Rafael Greca Um Convidado Bem Trapalhão Michel Temer Qualquer filme de terror, no papel de mordomo Mendonça de Barros, ex ministro das Comunicações A Firma Gustavo Franco, ex presidente do Banco Central O Dólar Furado José Serra O Médico e o Monstro Pedro Malan O Império Contra-Ataca Paulo Maluf Ali Babá e os Quarenta Ladrões Celso Pitta A Criatura Jáder Barbalho O Pecado Mora ao Lado Lula Missão Impossível Leonel Brizola Folias em Copacabana Anthony Garotinho O Pestinha Itamar Franco Davi Contra Golias Fernando Collor Todos os Homens do Presidente 1 Cuidado, gente. Editorialistas amigos do Palácio do Planalto, colunista de política idem, jornalistas de televisão - também os egressos do cinema que botam a cara na TV -, intelectuais de diversas áreas: cuidado, repito, gente. Parem com esse negócio de ficar falando que o bipresidente FHC é quem manda. O problema vai ser sério caso o homem passe a acreditar mesmo nisso.   Nossas relações diplomáticas com o FMI podem correr perigo. Há o risco até de eles chamarem seu embaixador de volta para discutir esse negócio. 2 Falando em diplomacia, afinal o que aconteceu com a Xuxa no Chile? Houve vaia mesmo? É verdadeiro que a versão cantada pelo público de uma de suas músicas continha palavras chulas? Isso tem que ser investigado melhor.   É caso de CPI, eu acho. E se forem confirmadas as ofensas à Xuxa Meneghel, sou de opinião que é caso de rompimento unilateral de relações com o Chile. 3 Essa mulher chorando em público e dando dando mau exemplo às criancinhas do Brasil e o ministro José Serra não dá um jeito. Onde vamos parar... 4 Interessante solução dar auxílio moradia aos juízes que ameaçam com greve. Sinto que (arrã!) agora a coisa vai mesmo. Se houvesse mais sensibilidade por parte do governo, sairia também um auxílio-comida e um auxílio-roupa lavada.   Com assessoria política funcionando nos trinques, era só englobar os três auxílios em um auxílio-casa-comida-e-roupa-lavada. 5 E não é porque estamos em ano eleitoral não, mas proponho então para solucionar o imbróglio em torno do novo mínimo a adoção de um auxílio-salário mínimo para todos os trabalhadores.