|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 06/08/2022, 07:27

Jô Soares fez última aparição pública ao se vacinar contra Covid

O artista defendeu vacinas para todos e valorização da ciência e dos cientistas

PUBLICAÇÃO
sábado, 06 de agosto de 2022

Folhapress
AUTOR autor do artigo

Foto: Ze Paulo Cardeal - Globo TV - AFP
menu flutuante

Rio de Janeiro -  Em sua última aparição pública, Jô Soares se imunizou contra a Covid-19, disse que acreditava no Brasil e elogiou a ciência e vacinação.

"Mais vacinas para todos e mais valorização da ciência e dos cientistas", afirmou em depoimento ao Jornal Nacional, no ano passado. O artista morreu na madrugada desta sexta-feira (5), no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, aos 84 anos. 

Ele criticou aqueles que decidiram não se imunizar. "É fundamental fazer uma campanha, porque eu sei que tem gente que toma a primeira dose e não toma a segunda. Não entendo. E tem gente que não toma a vacina, isso é uma coisa medieval."

Jô fazia uma rara aparição em público, de dentro de um carro no Estádio do Pacaembu, onde tomou a primeira dose da vacina. Na ocasião, o artista defendeu a compra de novos imunizantes.

"Só não fico desesperado porque acredito no Brasil, mas é fogo, porque de vez em quando vem um balde d'água e você vê que falta muito. Tem que batalhar para o governo comprar as vacinas. A única arma que existe contra esse vírus hoje em dia é a vacina", afirmou.

Ao fim do depoimento, Jô se despediu com um de seus bordões mais famosos, adaptado aos tempos de Covid: "beijo do gordo, de máscara." 

¨¨¨¨

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1