Paris -Os filmes ''Oito mulheres'' de François Ozon, ''O Pianista'', de Roman Polanski, e ''Amém'', de Costa-Gavras, são os favoritos para o 28º César, o troféu do cinema francês, que será entregue amanhã numa cerimônia marcada pelo recente falecimento do produtor Daniel Toscan du Plantier, presidente da Academia que concede os prêmios.
Toscan du Plantier, presidente da Academia Francesa de Artes e Técnicas de Cinema, morreu de um ataque cardíaco no dia 8 de fevereiro, aos 61 anos, em Berlim, onde participaria do festival de cinema.
No dia 24 de janeiro, como costumava acontecer há anos, Toscan du Plantier apresentou as candidaturas ao César 2003: ''Haverá prêmios para todos os gostos'', disse na ocasião.
As cinco obras indicadas para o César de melhor filme francês traduzem esse ecletismo. A lista inclui a comédia ''L'auberge espagnole'', de Cédric Klapisch, o documentário ''Etre et avoir'', de Nicolas Philibert, o exercício de virtuosismo cineatográico ''Huit femmes'' (''Oito Mulheres''), de François Ozon, e dois dramas, ''Amém'', de Costa-Gavras, e ''O pianista'', de Roman Polanski.