|
  • Bitcoin 102.988
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 24/05/2022, 16:11

Festival Sesc Cultural de Etnias valoriza imigração do Paraná

Programação inclui workshop de gastronomia, mostras de danças folclóricas e populares e exposições

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 24 de maio de 2022

Walkiria Vieira - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante


Em sua 2º edição, o Festival Cultural de Etnias é uma iniciativa do Sesc Paraná e tem como objetivo manter viva a riqueza cultural de um povo. O evento possui uma programação cultural composta por mostras de danças folclóricas e populares, exposições, apresentações de rua, debates sobre cultura popular e muito mais! Os grupos convidados para participar do Festival representam etnias que compõem a história da imigração do Paraná.

Confira a programação

TERÇA-FEIRA - 24/05

19h30: Workshop Gastronomia e Degustação – Temática Árabe – SENAC Ingressos pelo link: https://www.pr.senac.br/cursos/index.asp?uep=45&tc=202200015

19h30: Espetáculo – O casamento de Maria Feia (turma do laboratório de Artes Cênicas do Sesc Cadeião)

Uma obra tipicamente nordestina que conta a saga do cangaceiro Lamparina em busca de um marido para sua filha, Maria Feia, além da má sorte de Zé das Baratas e Matilde, que acabam cruzando o seu caminho.

QUARTA - FEIRA - 25/05

19h: Cinema – Retalhos do chão do corpo e do céu, de Luis Mioto

Um documentário poético que tem como matéria prima a cultura popular de Londrina e sua vida cotidiana, focando nos saberes e vivências dos "mestres" da cultura popular que vivem na cidade. O documentário tem como elenco personagens como Mestre Garbosi (mestre de Folia de Reis), Messias Bezerra (antigo personagem do calção da cidade, onde trabalha com fotografia "lambe-lambe"), Egydio da Silva (senhor que conta várias histórias do universo caipira, tocando sua sanfona), Yá Mukumby (Dona Vilma, liderança da cultura negra, mãe de santo, cantora de samba de roda e detentora de profundo saber tradicional), o Mestre Vande de capoeira, Édio Elias Gonçalves (professor de hip-hop), o Violeiro João, Roque Livreiro, entre outras pessoas.

19h30: Workshop Gastronomia e Degustação – Temática Mexicana – SENAC Ingressos pelo link: https://www.pr.senac.br/cursos/?uep=45&tc=202200017

QUINTA - FEIRA - 26/05

19h: Cinema – Estação Caipira, de Luis Mioto (Ficção Musical, 53min)

O filme musical se passa em uma estação de trem numa noite fria de uma Londrina da década de 1960. Dois casais caipiras (Angelino & Maria, Neisinho & Dercília) se conhecem na madrugada da estação. O filme é permeado por expressões e referências à cultura caipira, emaranhado de músicas do mundo sertanejo tradicional interpretadas pelo elenco de integrantes do Grupo Intermezzo.

19h30: Workshop Gastronomia e Degustação – Temática Italiana – SENAC Ingressos pelo link: https://www.pr.senac.br/cursos/?uep=45&tc=202200016

SEXTA - FEIRA - 27/05

Das 17h às 21h: Feirinha Cultural, com artistas e comidas típicas

12h: Cortejo com Grupo de Kung Fu Punhos Unidos

Saindo do Calçadão de Londrina até o Sesc Cadeião, o grupo fará A Dança do Leão, uma cerimônia para trazer sorte, felicidade e prosperidade. A cultura chinesa também acredita que sua realização espanta espíritos maléficos.

15h: Oficina de Maculelê, com Robson Arantes

Nesta oficina, vamos aprender esta dança com base na cultura afro-indígena-brasileira e

que simula uma luta tribal usando bastões.

19h30: Espetáculo - Grupo de Kung Fu Punhos Unidos

A escola, fundada há mais de 20 anos, difunde o estilo Hung Gar de kung fu. Nesta apresentação, veremos A Dança do Leão, uma cerimônia para trazer sorte, felicidade e prosperidade. A cultura chinesa também acredita que sua realização espanta espíritos maléficos.

SÁBADO - 28/05

Das 15h às 20h: Feirinha Cultural, com artistas e comidas típicas

15h: Oficina de Maculelê, com Robson Arantes

Nesta oficina, vamos aprender esta dança com base na cultura afro-indígena-brasileira e

que simula uma luta tribal usando bastões.

16h: Espetáculo - Grupo Folclórico Holandês de Castrolanda

Formado em 1953, o Grupo realiza diversas ações para a preservação do folclore Holandês, através de suas simples e alegres danças e músicas, que falam sobre o amor, a vida, a terra e a luta do homem na construção de sua pátria.

16h: Teatro Lambe – O Nascimento da Araucária, com Dani Fiorucci

Contam que quando o Paraná ainda nem se chamava Paraná… havia um grande guerreiro chamado Curiaçu. Vamos conhecer sua história e também sobre o nascimento da nossa bela e milenar Araucária, nos atentando para a sua destruição.

17h30: Apresentação Ópera Mundi - Memória Musical dos Imigrantes, com Osório Perez e convidados

Um registro cultural, histórico e afetivo das tradições musicais trazidas por imigrantes de diversas nacionalidades a Londrina. A iniciativa foi produzida com base em diversas entrevistas com cidadãos de diferentes nacionalidades, residentes na cidade.

18h30: Espetáculo com Grupo Folclórico Ucraniano-Brasileiro Veselka

O Grupo foi fundado em 1958 e recebeu as primeiras famílias ucranianas de Prudentópolis. Reconhecido em todo o país e até no exterior, faz shows em feiras, exposições, congressos, festivais e outros.

DOMINGO - 29/05

Das 15h às 20h: Feirinha Cultural, com artistas e comidas típicas

15h: Oficina com o grupo Batuque na Caixa

Vamos aproveitar esta oficina de percussão que faz parte das atividades desenvolvidas pelo grupo.

16h: Espetáculo com o Grupo Batuque na Caixa

Criado em 1999, o grupo atua com oficinas de música, teatro, dança e desenhos como instrumento social, cultural e de capacitação profissional, compartilhando a cultura Afro, seus costumes, suas músicas e danças.

17h: Espetáculo com o Grupo Mensageiros da Paz (Folia de Reis)

Fundado em 1989, o grupo já publicou livros e gravou um CD com as cantigas da Folia. Sua obra faz parte da pouca literatura destinada a este tema.

17h30: Oficina de Taikô com o Grupo Sansey

Vamos conhecer esta arte que engloba uma variedade de instrumentos japoneses de percussão.

18h30: Espetáculo com o Grupo Sansey

O Grupo é heptacampeão brasileiro e ficou internacionalmente conhecido em 2008 por sua apresentação no 17º Festival Yosakoi Soran, no Japão, e em 2012 como o primeiro grupo estrangeiro a participar do mesmo festival.

EXPOSIÇÕES

Exposição de objetos étnicos

Exposição dos alunos do Laboratório de Artes do Sesc Cadeião

Exposição “Xingu Terra”, com Fotografias de Lucio Kodato / Acervo de Pedro Rocha

Fotografias capturadas durante a filmagem do documentário de mesmo nome, rodado em 1977, na aldeia Mehinaku do Alto Xingu. O trabalho registra a vida tribal na plenitude de suas tradições, a preparação e a celebração da festa Yamaricumã.

Exposição “Urbanícones 02”, de Gabriel Xe

Neste trabalho, o artista mistura os conceitos de ciência e espiritualidade tentando entender a relação entre o mundo urbano e o homem.

Exposição “Mulheres do Mundo”, de Mariana Galera

A arquiteta e artista plástica Mariana Galera realiza uma homenagem às mulheres de diferentes etnias e culturas, em um mundo com uma luta constante contra o racismo e por respeito às diferenças.

Exposição “Como se fosse hoje ainda me lembro delas”, de Caio Felipe de Souza

Uma série de desenhos de observação das antigas casinhas de madeira (Peroba Rosa) que existem em Londrina e região como ação poética de preservação da memória coletiva.

Exposição “EWÉ: Identidade através das folhas” - Instalação Videográfica, de Lẹkún e Nanjilè

Neste trabalho, o Coletivo Ọfá Dodún alinha arte com a afro-religiosidade candomblecista, inspirado no ritual de sacudimento e na dança dos Orixás. "EWÉ" em Iorubá significa "folha". Sem as folhas nenhum ritual se realiza ou se efetiva no seu propósito. Existe uma sabedoria ancestral no Candomblé que diz: “Kosi ewé kosi Òrìsà”, sem folha não há Orixá.

A instalação “EWÉ: identidade através das folhas” surge da vontade de protestar e de afirmar a identidade candomblecista, contrapondo as experiências de intolerância e racismo religioso vividas pelos adeptos candomblecistas.

Serviço:

Programação livre para todos públicos. Lotação mediante capacidade máxima permitida

Ingressos: doação de um agasalho para a Campanha Sesc, exceto para os workshops do Senac.

Ingressos para os Workshops do Senac: R$ 30,00 por pessoa, que devem ser adquiridos pelo site: Árabe: https://www.pr.senac.br/cursos/index.asp?uep=45&tc=202200015 Mexicana: https://www.pr.senac.br/cursos/?uep=45&tc=202200017 Italiana: https://www.pr.senac.br/cursos/?uep=45&tc=202200016

Mais informações pelos fones: (43) 3572-7700 / 3572-7701 ou pelo site https://www.sescpr.com.br/unidade/sesc-londrina-cadeiao/programacao/

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1