|
  • Bitcoin 118.076
  • Dólar 5,2225
  • Euro 5,3507
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 08/07/2022, 00:23

Festival de Graffiti de Londrina lança livro documental

Publicação que reúne imagens do evento registradas pela fotodocumentarista carioca Henrique Madeira será lançada nesta sexta (8)

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de julho de 2022

Marcos Roman - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Sessenta e cinco artistas visuais da cidade e de outras regiões do país participaram da 7ª edição do Festival de Graffiti de Londrina que aconteceu em outubro do ano passado. Cenas dos bastidores do evento foram registradas pelo fotodocumentarista carioca Henrique Madeira, um dos principais nomes da documentação urbana nacional. As fotografias produzidas por ele estão reunidas no livro “Festival Capstyle 2021”, que será lançado nesta sexta-feira (8), às 19 horas, no solário Carlos Castaldi, localizado no prédio da Secretaria Municipal de Cultura, em frente à Concha Acústica. 

Leia mais: Cia Nua de Dança apresenta espetáculo “Outros” na Usina Cultural

“Trata-se de um livro documental com 106 páginas em tamanho sulfite que trazem o registro dos trabalhos produzidos por todos os artistas que participaram do festival realizado no ano passado”, detalha o artista visual londrinense Tadeu Fernandes de Lima Junior - popularmente conhecido como Carão -, idealizador do evento que assina os textos da publicação. “Escrevi um pouco sobre a trajetória do festival que teve início em 2004 e também sobre a história do Coletivo Capstyle, formado há 20 anos por artistas londrinenses”, comenta Carão. 

Tadeu Fernandes de Lima Junior, o Carão: "Trata-se de um livro com 106 páginas com os trabalhos de todos os artistas que participaram do festival em 2021" Tadeu Fernandes de Lima Junior, o Carão: "Trata-se de um livro com 106 páginas com os trabalhos de todos os artistas que participaram do festival em 2021"
Tadeu Fernandes de Lima Junior, o Carão: "Trata-se de um livro com 106 páginas com os trabalhos de todos os artistas que participaram do festival em 2021" |  Foto: Gustavo Carneiro
 

Ele destaca que o livro tem o objetivo de servir como um material de apresentação do festival e também como fonte de pesquisas a interessados na arte do graffiti. “A gente precisava de uma publicação como essa para mostrar a apoiadores a dimensão desse festival que é o maior do Sul do Brasil. O livro também poderá servir de inspiração para quem está começando a trabalhar nesta área”, enfatiza. 

Carão informa que o livro não será comercializado. “A gente conseguiu viabilizar essa publicação pois fiz um trabalho para uma gráfica e em troca do serviço eu teria direito a publicar o livro. Imprimimos apenas 100 exemplares que serão distribuídos em bibliotecas e centros culturais da cidade e entregues e artistas parceiros e apoiadores do festival”. 

A intenção dos organizadores é publicar um livro com o registro de cada uma das próximas edições do Festival de Graffiti. “O evento vem crescendo e criando corpo a cada nova edição. Temos recebido artistas importantes nacionalmente todos os anos e o grafiteiros de Londrina também têm aprimorado seus trabalhos. Queremos deixar tudo isso registrado”, enfatiza Carão. 

Serviço: 

Lançamento do livro “Festival Capstyle 2021” 

Quando – Sexta-feira (8), às 19 horas 

Onde - Solário Carlos Castaldi, localizado no prédio da Secretaria Municipal de Cultura (Praça 1º de Maio, 110 – Em frente à Concha Acústica 

Gratuito 

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link