|
  • Bitcoin 121.204
  • Dólar 5,0910
  • Euro 5,2422
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 25/07/2022, 17:54

Festival Blues de Londrina abre com show eclético na Concha

Nesta sexta-feira (22), evento deu a largada da 12ª edição marcada para os dias 4, 5 e 6 de agosto

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 22 de julho de 2022

Celia Musilli - Editora
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A 12ª edição do Festival Blues de Londrina ofereceu shows potentes ao público na noite desta sexta-feira (22), reunindo nomes expressivos do blues e misturando também outras vertentes, como o jazz, o rock, o soul e até o forró.

Para o organizador do Festival, Kiko Jozzolino, o show gratuito na Concha Acústica reitera "a necessidade de se usar mais ainda este palco sagrado no centro de Londrina."

Segundo ele, este foi um dos dois eventos abertos ao público e ao ar livre que deverão fazer parte do Festival este ano. "O próximo show deverá ser no Lago Igapó, em data ainda a ser definida", disse.

LEIA MAIS

Sextou com blues na Concha

Para Kiko, shows como o desta noite no centro da cidade atraem um público diverso que não é exatamente o público cativo do Festival Blues. "São famílias inteiras que vêm aqui, até com crianças, e tem ainda os ocasionais que saem para passear com o cachorrinho e acabam atraídos pela música." Milhares de pessoas  assistiram ao show que se prolongou até quase às 22h.

O pianista Mateus Gonsales  e trio abriram o show na Concha Acústica nesta sexta-feira (22) dando o recado com o blues/jazz O pianista Mateus Gonsales  e trio abriram o show na Concha Acústica nesta sexta-feira (22) dando o recado com o blues/jazz
O pianista Mateus Gonsales e trio abriram o show na Concha Acústica nesta sexta-feira (22) dando o recado com o blues/jazz |  Foto: Gustavo Carneiro
 

O show começou com  o pianista Mateus Gonsales juntamente com seu trio formado por Diogo Burka (contrabaixo) e Elton Dias (bateria). Paulo Siqueira, que atualmente mora nos Estados Unidos, também subiu ao palco como convidado.

O blues/ jazz de Gonsales encantou a plateia formada por pessoas de todas as idades e ele voltaria ao palco mais de uma vez. A noite ainda contou com outros artistas  representativos como o acordeonista londrinense Miguel Santos e o cantor e compositor Vinícius Zanin. O guitarrista Marcinho Eiras, que já tocou com grandes nomes como João Donato e Ivan Lins, deu um show à parte.

Entre os destaques, a Orquestra Solidariedade, formada por jovens músicos, também marcou presença. Há mais de 18 anos a Associação Solidariedade atua com crianças e adolescentes de 10 a 17 anos realizando oficinas de musicalização, solfejo, teoria musical, coral, flauta doce, violão e instrumentos de orquestra, como cordas, madeiras e metais. 

A ideia era misturar gêneros diferentes chegando até ao blues/forró, apresentado por Jozzolino, na guitarra, juntamente com o acordeonista Miguel Santos. A dupla, no início da apresentação, ainda resvalou numa quase milonga num momento performático. 

A banda Kiko Jozzolino e Grande Elenco, com  Elieser Botelho JR (guitarra), Bruno Cotrim (bateria), Gabriel Zara (baixo) e Mateus Gonsales (teclados) deu o  tom característico do blues ao evento, levando ainda muito rock ao palco com Luke de Held (guitarra e voz), Wesley Cesar Florêncio (saxofone), Elaine Fiora (voz) e Diego Munhon (voz), numa apresentação que fez o público delirar e que contou com clássicos de B.B. King a Rolling Stones.

Na Concha, foram vendidos bonés e camisetas desta edição e ingressos promocionais ao preço de R$ 50 para cada noite do Festival Blues de Londrina, que deverá acontecer nos dias 4,5 e 6 de agosto, no Bar Valentino. Os ingressos a preços normais, fora da promoção, estão sendo vendidos na plataforma Sympla.

...

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link