Literatura -

Família de pioneira doa livros ao museu de Ibiporã

Obra sobre Bárbara Machado, primeira professora do município, se entrelaça à história da cidade

Walkiria Vieira - Grupo Folha
Walkiria Vieira - Grupo Folha

 

Sandra Regina de Oliveira Garcia com o marido, em visita ao MHAI, onde fez a doação do acervo de livro escrito por sua mãe, Nelly de Oliveira, sobre sua avó
Sandra Regina de Oliveira Garcia com o marido, em visita ao MHAI, onde fez a doação do acervo de livro escrito por sua mãe, Nelly de Oliveira, sobre sua avó | Divulgação/MHAI
 


O altruísmo é qualidade a ser plagiada sem reservas. Benfazer a outros e desapegar é questão de prática  e a  recente doação de 400 exemplares do livro “Bárbara, fiapos de lembrança”, que conta a história da professora Bárbara Machado de Oliveira,  primeira professora de Ibiporã, serve de modelo de como uma boa ação pode favorecer tantas pessoas. 


Destinados ao Museu Histórico e de Artes de Ibiporã (MHAI), os livros doados são fruto da iniciativa da neta de Bárbara Machado, a professora Sandra Regina de Oliveira Garcia e a obra é de autoria de Nelly de Oliveira Garcia, mãe de Sandra e também professora. Não por acaso, três professoras: cada uma a sua época, multiplicadoras de conhecimento, saberes e lições - da sala de aula e para a vida. Três gerações que passam a outras pessoas experiências de lutas e conquistas que se entrelaçam com a história e desenvolvimento de Ibiporã, do tupi, terra bonita  - e que fica na região Metropolitana de Londrina.


Lançada em 2005 no espaço do Museu de Ibiporã, "Bárbara, fiapos de lembrança", narra a história da pioneira e resgata imagens de momentos importantes das primeiras décadas do município: desde os tempos difíceis das derrubadas e da falta de recursos na Vila de Ibiporã, a partir de 1936, permeada pelas memórias da professora que também mantinha um bazar na Avenida Paraná, em companhia do marido Sebastião Luiz de Oliveira.


O gesto recente e durante a pandemia fica de exemplo do legado de Dona Balbina. “O livro escrito por minha mãe relata parte da história de Ibiporã, então quisemos repassar ao museu para distribuírem a outros professores e famílias da cidade”, disse Sandra de Oliveira Garcia, durante visita ao novo espaço de exposição do MHAI e à sala de guarda dos materiais doados pelas famílias.

Na ocasião, a doadora reviu uma cômoda e um relógio antigo que fizeram parte da sua infância e se emocionou com um painel com uma fotografia de 1997 com sua avó Bárbara e dezenas de pioneiros de Ibiporã em uma homenagem em frente à Igreja Matriz, por ocasião do cinquentenário de fundação do município. “É sempre muito bom vir aqui recordar desses bons momentos”, disse Sandra. Em 1991, Dona Balbina foi homenageada na cidade com o nome de um Centro de Educação Infantil, o CMEI Bárbara Machado, localizado no Jardim San Rafael. (Com Assessoria de Imprensa de Ibiporã)

...

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo