Amizade antiga e parcerias musicais constantes acabaram se transformando no show ‘‘SOS’’, que reunirá hoje à noite, no palco do Teatro do Paiol, três expressivos nomes da música curitibana. Pela primeira vez, os instrumentistas Oswaldo Rios, Sérgio Justen e L.A.Salgado estão juntos num mesmo espetáculo, recheado de composições próprias. A apresentação faz parte do projeto ‘‘Terça Brasileira no Paiol’’, promovido pelo Conservatório de MPB de Curitiba.
O nome SOS não foi escolhido por acaso. Além de representar a inicial dos nomes do três músicos, ela tem outros dois significados importantes para o trio. Rios explica que, após muitas parcerias informais, esta é a primeira vez que os três amigos tocam sozinhos, o que dá ao nome do espetáculo a conatação de ‘‘enfim sós’’.
O outro significado é um pedido de socorro, já que os músicos tiveram apenas duas semanas para preparar o show. ‘‘O conservatório só nos confirmou a data há 15 dias, em virtude da desistência de uma outra banda’’, explica Rios.
Após muitos ensaios e reuniões, o trio está afinado para hoje à noite. Serão 12 canções próprias, quatro de cada um dos músicos. Várias delas são inéditas. No show, haverá ainda a participação do violonista Walmor Góis, da banda Maxixe Machine, que tocará duas músicas. O percussionista Luciano Vassão também estará no palco em várias etapas do show, como convidado especial.
Entre as composições de Oswaldo Rios que foram selecionadas para o show estão as inéditas ‘‘Amor Próprio’’ e ‘‘Enguiço’’, ambas recentes e feitas em parceria com o músico Beto Trindade, que mora em Londres. ‘‘Elas foram produzidas via Internet’’, esclarece Rios.
O show ‘‘SOS’’ apresentará também ‘‘Eu Não Vou Ter Amigos Aos 40’’, composta em parceria entre Rios e o publicitário Tadeu Wojciechowski. O ainda inédito frevo ‘‘Preta’’, que está entre as 12 músicas selecionadas para compôr o repertório do espetáculo, é uma parceria entre Sérgio Justen e Oswaldo Rios.
Entre as composições inéditas de Justen está ainda ‘‘Canção de Gim’’, uma parceria dele com Alexandra Scotti. As quatro músicas assinadas por L.A.Salgado que estarão no show fazem parte do seu novo CD, ainda em fase de gravação.
O espetáculo ‘‘SOS’’ é na verdade o resultado da amizade entre Rios e Salgado, que já dura mais de duas décadas, desde a época em que estudavam juntos no curso de Desenho Industrial da PUC/PR. O contato com Justen surgiu mais tarde, no início dos anos 90. Nesta época, aconteceu o primeiro encontro musical entre os três.
A banda que acompanhava Oswaldo Rios no show ‘‘Sucessão’’, contava com L.A.Salgado (guitarra e violão) e Sérgio Justen (piano e teclado). Pouco depois, Salgado apresentou o espetáculo ‘‘Plus’’, que teve a participação especial de Justen nos teclados.
Há dois anos, Salgado passou a integrar o trio Três de Paus, ao lado de Rios (violão) e do músico Rogério Gulin. Em março deste ano, Justen lançou o CD ‘‘Novos Ares’’, em que o grupo Três de Paus participa de uma das faixas.
• ‘‘SOS’’, show com os músicos Sérgio Justen, Oswaldo Rios e L.A.Salgado. Hoje, às 20 horas, no Teatro do Paiol (Praça Guido Viaro). Ingressos: R$ 5,00 e R$ 2,50.