Elton John diz que pacientes com Aids não serão esquecidos em meio à pandemia e fará doação


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Elton John, 73, afirmou em conversa com a cantora Miley Cyrus, durante o programa "Bright Minded, via Instagram, que nunca viu nada parecido com a devastação causada pela atual pandemia de coronavírus, mas que está atento a todos aqueles que sofrem de outras doenças infecciosas pelo mundo.

Em vídeo, o cantor compartilhou suas preocupações com as vítimas das Aids, em especial aquelas que podem estar lutando para receber tratamento, já que os profissionais da área médica estão se dedicando ao combate do novo coronavírus.



"Minha preocupação com esse problema do coronavírus é que as pessoas que precisam do remédio contra a Aids não estão recebendo o tratamento de que precisam, porque podem ser passadas para trás de pessoas que precisam de tratamento urgente por causa do coronavírus", disse John.

O cantor também afirmou que sua fundação passará os próximos três meses garantindo que as pessoas com Aids ainda possam receber os medicamentos e o tratamento de que precisam. Sua fundação doará US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões) para a comunidade da Aids, para garantir que isso seja possível.

"As pessoas com outras doenças infecciosas também sofrerão, então teremos um golpe duplo. Vou manter minhas armas na fundação contra a Aids e garantir que as pessoas que sofrem por outra pandemia global não sejam esquecidas ", disse John. "Esse é o meu foco principal".



John espera que sua doação alivie a tensão dos trabalhadores da linha de frente que estão "fazendo seu trabalho de maneira tão brilhante agora".

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias