'Ela caiu quando entrou', diz Lima Duarte sobre ex-secretária Regina


CRISTINA CAMARGO
CRISTINA CAMARGO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Lima Duarte, 90, comparou Regina Duarte à personagem Chapeuzinho Vermelho em entrevista ao programa Conversa com Bial, que foi ao ar na madrugada desta sexta-feira (22).

A comparação foi feita quando ele foi perguntando sobre a rápida passagem da atriz pela Secretaria de Cultura do governo Bolsonaro. "O chapeuzinho perdido encontrou com o lobo, se abraçaram. Vamos casar, não casou, depois casou. Eu estava esperando o resultado do casamento", disse. Para ele, a atriz "caiu" quando entrou no governo. "Ele (o presidente) jantou ela", afirmou.



Lima ainda falou sobre sua trajetória artística e contou casos sobre bastidores do teatro e da televisão. Revelou, por exemplo, que as atrizes Marília Pêra e Sônia Braga foram cotadas para interpretar a viúva Porcina na novela "Roque Santeiro" antes da escolha de Regina Duarte. Segundo Lima, a colega seguiu a linha de interpretação que ele adotou para criar Sinhozinho Malta. Os dois formaram uma dupla que fez história na dramaturgia.

O ator afirmou que nunca viu nenhum artista dar certo na política, e lembrou um convite recebido quando interpretava Sasá Mutema na novela "O Salvador da Pátria": ele foi chamado para ser o vice de Mário Covas na disputa presidencial de 1989.

Segundo o relato, o ator foi "sequestrado" quando gravava as cenas finais do personagem e levado para uma reunião na casa de Covas, em São Paulo. Lima disse que quem dirigiu o carro do aeroporto até a residência foi o então ex-senador Fernando Henrique Cardoso.

"Aquele jeito blasé até para dirigir o Opala", recordou Lima. O ator não aceitou o convite e Covas disputou a eleição ao lado de Almir Gabriel. Os dois chegaram em quarto lugar na disputa.

Ao falar sobre a pandemia do novo coronavírus, Lima disse que está em quarentena há quatro décadas, desde que foi morar sozinho em um sítio. Na vida solitária ele gosta de ler e assistir filmes por streaming.

O ator acredita, inclusive, que o cinema tradicional vai deixar de existir por causa do streaming e isso vai exigir um novo estilo de ator, mais coloquial.



A entrevista, feita remotamente como todas as outras da atual temporada do programa, emocionou Pedro Bial. Ele chorou quando Lima citou trecho do romance "O Grande Sertão Veredas", de Guimarães Rosa. "Assim você acaba com a gente", disse Bial.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias