Os educadores musicais de Londrina e região se encontram, a partir de amanhã, durante o 7º Simpósio Paranaense de Educação Musical, evento integrante do 20º Festival de Música de Londrina. Essa é a primeira vez em que o Simpósio está sendo realizado fora da temporada do Festival. O tema escolhido – ‘‘Transitando entre o Formal e o Informal’’ – procura interligar o que se aprende nos bancos acadêmicos, com a música que se aprende informalmente, na mesa de botequim, por exemplo.
Segundo a comissão organizadora, essa temática procura repensar a prática musical, ampliando a possibilidade do conhecimento produzido por diferentes grupos sociais. O eixo do 7º Simpósio será a discussão sobre a prática e teoria nos diferentes contextos sócio-econômicos que se dá o ensino da música. A intenção é reverter a estrutura, decantando os fundamentos da prática. Magali Kleber, diretora pedagógica do Festival de Música, avalia a importância do educador musical, afirmando que seu papel é o de elevar o nível musical do aluno, sem desconsiderar sua realidade.
Duas crianças do Grupo Lactomia (Salvador-Bahia) serão monitores na oficina ‘‘Metodologia Brasileira de Educação Musical’’, juntamente com Jair Rezende de Miranda (Escola Pracatum) e Alda de Oliveira, da Universidade Federal da Bahia. Jusamara Souza coordena oficina sobre a análise de situações didáticas em música, sob a perspectiva de relatos de casos. Ainda integram as oficinas, a proposta pedagógica dos alunos da Escola Acalon, de Londrina, coordenada por Silvio Ribeiro e uma específica sobre danças brasileiras, supervisionada por Tião Carvalho. Esse trabalho é voltado para educadores em geral, dançarinos, músicos, atores e terapeutas ocupacionais.
Como acontece em outras edições, os professores da rede municipal recebem convite especial para a participação no evento. Muitas palestras do Simpósio acontecem em mesas de bar. Após palestras (veja programação nesta página), seguem as apresentações musicais. Dentre os destaques, o Grupo Lactomia, da Escola Pracatum (Salvador – BA), entidade coordenada por Carlinhos Brown; o dançarino, músico e compositor maranhense Tião Carvalho, se apresentam na Concha Acústica, centro de Londrina. A programação musical será aberta ao público londrinense.
O 7º Simpósio Paranaense de Educação Musical segue até o dia 29 de outubro e as inscrições ainda podem ser feitas na Secretaria Municipal de Cultura (Praça Primeiro de Maio, 110), ao preço de R$ 15,00 (estudante) e R$ 20,00 (participantes em geral). Mais informações pelo telefone (43) 371-4761. O evento tem o patrocínio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.