Zeca Corrêa Leite
De Curitiba
Dos cerca de 300 trabalhos inscritos no 4º Festival de Cinema e Vídeo de Curitiba, 25 filmes e 30 vídeos foram selecionados para a mostra competitiva, que será realizada de 3 a 7 de maio. A comissão julgadora, formada por Roberto Machniewicz, Paulo Venturelli, Miguel Sanches Neto, Antonio Carlos Domingos e Elisa Tolomélli (que presidiu o grupo), passou mais de 40 horas encerrada numa sala do Instituto Goethe, em Curitiba, entre terça e sexta-feira da semana passada, analisando o material.
Chamou a atenção do júri a preferência dos jovens realizadores pelos documentários. A tendência a esse gênero fora percebida no Festival de Recife do ano passado, e reafirmada agora em Curitiba, segundo a empresária Cloris de Souza Ferreira, responsável pelo evento. ‘‘Foi esmagadora a presença do documentário em relação à ficção’’, disse.
Elisa Tolomélli, sugeriu a criação de uma mostra paralela dos melhores trabalhos que não foram selecionados para a fase competitiva. Nessa faixa ‘‘off-festival’’ estarão também as produções vindas do exterior, sem legendas, que contrariaram o item do regulamento que exigia legendas em português ou espanhol. Os organizadores consideraram que pela qualidade merecem ser vistos pelo público. Entre eles estão exemplares do Canadá, França, Espanha e de países da América Latina.
Outra sugestão da presidente do júri foi a criação, no próximo ano, da categoria para a obra experimentalista. A produção curitibana, especialmente, trabalha com este gênero, sejam filmes ou vídeos. Na opinião de Cloris nem todo trabalho é puramente experimental, mas uma maquiagem tentando esconder um roteiro sem sentido. De qualquer modo para um festival que começou com três títulos paranaenses e agora atinge 39, é uma vitória.
FILMES SELECIONADOS
‘‘Os Noivos’’, de Alysson Martins (SP); ‘‘Um Sonho de Ícaro’’, de Dirceu Lustosa (DF); ‘‘Fome’’, de João Filho (RS); ‘‘Bubula, o Cara Vermelha’’, de Luiz Eduardo Jorge (SP); ‘‘The Book is on the Table’’, de Betse de Paula (DF); ‘‘O Último Dia de Sol’’, de Nirton Venâncio (DF); ‘‘O Oitavo Selo’’, de Tomás Créus (RS); ‘‘Banco de Sangue’’, de Luiz Montes (SP); ‘‘Quadrilha’’, de Mariangela Grando (RS); ‘‘Rádio Gogó’’, de José Araripe Jr. (BA); ‘‘A Mulher do Malandro Fugiu com o Otário’’, de André Gaglianone e Erik de Oliveira (RJ); ‘‘Aldeia’’, de Geraldo Pioli (PR); ‘‘Cão Guia’’, de Gustavo Acioli (RJ); ‘‘Copacabana’’, de Flavio Frederico (SP); ‘‘Carrao’’, de John Pretizzelli (Venezuela); ‘‘O Príncipe do Barro Branco e a Princesa do Reino do Vai Não Torna’’, de Rui Ferreira (CE); Cabeza Alada, de Carolina Campos Koch (Chile); ‘‘Deus é Pai’’, de Allan Sieber (RS); ‘‘Sonata’’, de David Matthies (Chile); ‘‘Paulo e Ana Luiza em Porto Alegre’’, de Rogério Brasil Ferrari (RS); ‘‘Dama da Noite’’, de Mario Diamante (RJ); ‘‘Cavalheiro’’, de Alessandro Laroca, Emerson Perez, Nereu Cerdeira (SP); ‘‘Freezer’’, de Indira Leal (Venezuela); ‘‘Ela Perdoa’’, de Rachel Monteiro (SP) ; ‘‘Promessas’’, de Heloisa Périsse (RJ).
VÍDEOS
‘‘Ai D’eu Sodade’’, de Sandra Ribeiro (PE); ‘‘Sal da Terra’’, de José Louzeiro (RJ); ‘‘Eterno em Mim’’, de Pedro Modesto (RJ); ‘‘Cinira e a Mochila’’, de Claudia Guimarães (PR); ‘‘O Roubo’’, de Fábio Lima, Augusto Castanhêde (RJ); ‘‘Hans’’, de Ricardo Brandão (PE); ‘‘O Negócio’’, de Aletéia Selonk, Diego Deotero, Toberto Titzmann (RS); ‘‘Bukowiski ou Cachorro Cadê tua Alma?’’, de Clara Kutner e Patrick Pessoa (RJ); ‘‘Arqueologia da Moda’’, de A. Ponoskaia (PR); ‘‘Cidadania’’, de Adriano Nery (MG); ‘‘Retrato Primeiro’’, de Waldir de Pina (DF); ‘‘Preto no Branco’’, de Joel de Almeida (BA); ‘‘São João na Roça’’, de Dêniston F. Diamantino (MG); ‘‘O Ciclo do Caranguejo’’, de Adolfo Lachtermacher (RJ); ‘‘Muito Prazer, Heitor dos Prazeres’’, de Haroldo Lopes, Tereza Machado (RJ); ‘‘Entre Marés’’, de Elisa Maria Cabral (PB); ‘‘Cartas da Mãe’’, de Fernando Kinas, Marina Willer (PR); ‘‘Ao Sul da Paisagem – A Paisagem e o Sagrado’’, de Paschoal Samora (SP); ‘‘Chico Buarque em Ouro Preto’’, de André Castanheira Maia (MG); ‘‘Nelson, 40 Graus’’, de Carlos Sanches (RJ); ‘‘Dodô, um Piloto de Classe’’, de Márcio Arruda (SP); ‘‘Suplícios de uma Lua Cheia’’, de Jader Corrêa (MG); ‘‘Al Dente’’, de Denise Ushikubo e Gabriela Sônego (PR); ‘‘Afiar’’, de Maria Amélia Palhares (MG); ‘‘Depois da Chuva’’, de Neil Armstrong (CE); ‘‘Piada de Jesus’’, de Carlos Magno Oliveira Rodrigues (MG), ‘‘O Cavalinho Amarelo’’, de André Constantin (RS); ‘‘A Odisséia de uma Vaca’’, de Gustavo Russo e Thomas Larson (SP); ‘‘A Lenda da Árvore Sagrada’’, de Eládio Garcia de Sá Teles (GO); ‘‘253 – B’’, de Carlos Eduardo Nogueira (SP).Ao todo, serão apresentados 25 filmes e 30 vídeos para a mostra competitiva do festival que acontece em maio, em Curitiba
DivulgaçãoA comissão foi formada por Cloris Ferreira, Paulo Venturelli, Antonio Carlos Domingues, Elisa Tolomélli, Miguel Sanches Neto e Roberto Machniewicz. No detalhe, Elisa Tolomélli, presidente, que passou mais de 40 horas analisando os materiais inscritos