|
  • Bitcoin 124.566
  • Dólar 5,0932
  • Euro 5,2583
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 12/07/2022, 17:58

Curta! On exibe especial no Dia Mundial do Rock

Nesta terça-feira (13), os roqueiros têm diversão de sobra com o Especial: Dia Mundial do Rock que traz shows do Queen e U2 entre outros

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 12 de julho de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante

Em 13 de julho é comemorado o Dia Mundial do Rock, e em homenagem a esse gênero musical revolucionário, o Curta!On – Clube de Documentários reúne atrações que relembram a trajetória de grandes artistas e bandas ou resgatam shows marcantes do rock ‘n’ roll nacional e internacional. A seleção “Especial: Dia Mundial do Rock” já está na plataforma de streaming, disponível no NOW ou em curtaon.com.br

LEIA MAIS

Rock in Rio: Ingressos voam para um público recorde

Entre filmes e episódios de séries, são 18 títulos reunidos para celebrar o rock mundial.  A série “Clássicos do Rock” resgata, em quatro episódios, shows memoráveis de Chuck Berry, U2, Joan Baez e Genesis. Já a série “Álbuns Clássicos”, também com quatro episódios, apresenta obras de Lou Reed, Queen, The Doors e The Who, reunindo depoimentos e música.

Queen Queen
Queen |  Foto: Divulgação
 

O conteúdo nacional é composto pelos longas: “Barão Vermelho, Por Que a Gente é Assim?” – que conta a trajetória dessa banda precursora do movimento Brock -; “Blitz, o Filme” segue os passos da Blitz, primeira banda de pop-rock a estourar no país; “Os Quatro Paralamas”, sobre a história de amizade e música d’Os Paralamas do Sucesso; “Paralamas em Close Up”, em que Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone fazem uma viagem pelo rock nacional; “Som, Sol & Surf”, sobre o festival homônimo que marcou a cidade de Saquarema, nos anos 1970. A seleção conta também com episódios das séries: “Anos 80”, “101 Canções Que Tocaram o Brasil” e “Cale-se”.

Confira as sinopses:

FILMES:

Barão Vermelho, Por Que a Gente é Assim? A história de uma das bandas mais icônicas do rock nacional, precursora do movimento que mais tarde veio a se chamar BRock. O documentário reúne depoimentos dos músicos Frejat, Guto, Dé Palmeira, Maurício, Sergio Serra, Peninha, Fernando Magalhães, Rodrigo Santos e Dadi Carvalho, nas diferentes formações da banda. Entre as cenas raras que embalam o filme, estão os primeiros ensaios filmados em super-8; o show no Teatro Ipanema, em 1983; os ensaios e shows no Circo Voador; e participações em programas de TV, como o dos apresentadores Chacrinha e Raul Gil. Direção: Mini Kerti. Duração: 108 min. Classificação: Livre

Blitz, o Filme (Documentário, 2019)O documentário apresenta a história e a trajetória da primeira banda consagrada do pop-rock brasileiro, a Blitz. O longa-metragem explora seu surgimento, nos anos 1980, sob a lona do Circo Voador, na época situada entre Ipanema e Copacabana, até às turnês internacionais e o enorme sucesso do grupo ainda nos dias atuais. Direção: Paulo Fontenelle. Duração: 104 min. Classificação: Livre

Os Quatro Paralamas - Dirigido por Roberto Berliner — que acompanha os Paralamas do Sucesso desde os primeiros passos da banda no Circo Voador, em 1983 —, este filme sobre música e amizade fala da relação dos três músicos que sobem ao palco (Herbert, Bi e João) com um quarto elemento, que aparece pouco na mídia, mas tem papel fundamental: José Fortes, o empresário. Em um papo na sala da casa do baixista Bi Ribeiro, os quatro lembram a carreira, falam sobre sua amizade inabalável e tocam músicas que fazem parte dessa trajetória de quase 40 anos. Direção: Roberto Berliner. Duração: 90 min. Classificação: 12 anos. 

Paralamas em Close-UpO grupo Paralamas do Sucesso, formado por Herbert Vianna, João Barone e Bi Ribeiro, convida para uma viagem pela história do rock brasileiro, explorando as raízes do gênero musical no Brasil. Direção: Breno Silveira, Andrucha Waddington e Claudio Torres. Duração: 52 min. Classificação: Livre. 

Som, Sol & SurfEm 1976, um grande show de rock, chamado "Som, Sol & Surf", aconteceu na praia de da Itaúna, em Saquarema e havia também um campeonato de surf. Durante três dias, uma multidão de jovens, muitos acampados na praia, curtiu a música de Rita Lee, de Ângela Rô -Rô (sua primeira apresentação), de Raul Seixas, entre outros. Um dos primeiros festivais de música ao ar livre no Brasil. São imagens raras com shows antológicos, assim como os costumes e práticas sociais da juventude daquela época em um país regido pela ditadura militar. O público era de adolescentes tendo como cenário uma praia, um céu e um mar deslumbrante se deixou envolver por um som que trazia nas letras e nas melodias a revolução de comportamento que hoje os míticos anos 70 representaram. O diretor Helio Pitanga resgata esses dias de rock and roll e surf. Direção: Helio Pitanga. Duração: 80 min. Classificação: Livre.

SÉRIES:

Álbuns Clássicos – TODOS OS EPISÓDIOS    

A série apresenta grandes discos da história da música, mostra histórias por trás das gravações e a repercussão que causaram. O episódio dedicado a Lou Reed aborda a produção de "Transformer", que levou o músico, então conhecido pelo grupo The Velvet Underground, ao estrelato solo. O episódio da banda Queen enfoca “A night at the opera”, lançado no final de 1975, trazendo uma mistura de hard rock, pop e ópera, juntando guitarras amplificadas a floreios de piano, harpa e ukulele. A banda The Doors tem episódio centrado no seu primeiro álbum, autointitulado, que deu um novo sopro ao rock feito na segunda metade dos anos 1960. Por fim, o disco “Who’s Next”, lançado em 1971 pelo quarteto britânico The Who, é tema de mais um dos episódios. Direção: Matthew Longfellow e Bob Smeaton. Duração: 4 episódios de 50min. Classificação:  12 anos.

Lou Reed Lou Reed
Lou Reed |  Foto: Divulgação
 

Clássicos do Rock – TODOS OS EPISÓDIOSA série traz shows de nomes consagrados do rock: Genesis, Joan Baez, Chuck Berry e U2. Direção: John Dauriac, Michel Perin e Nicolas Dor. Duração: 4 episódios de 30min. Classificação: Livre.

Anos 80 – Episódio “O Punk no BrasilA década de 80 foi marcada por fenômenos de comportamento. Inspirados no movimento punk inglês da década de 70, começaram a surgir, principalmente em São Paulo, bandas como "Inocentes", "Garotos Podres" e "Ratos de Porão", que impulsionaram uma estética e um visual para o punk no Brasil. Nessa esteira, surgiram boates emblemáticas na cena paulistana como "Madame Satã" e "Napalm", que depois abrigariam os primeiros shows de grupos como os "Titãs" e "Ira". Depoimentos de Arthur Dapieve, Dado Villa Lobos, Kid Vinil e Nasi. Diretor: Darcy Burger. Duração: 26 min. Classificação: Livre. 

Anos 80 – Episódio “B Rock – Parte 1”Os anos 80 foram responsáveis pela consagração do rock brasileiro. Antes visto como algo marginal e alternativo, no início daquela década, uma série de jovens artistas e bandas aparecia com grande sucesso em casas noturnas como a carioca Circo Voador e estouravam nas emissoras de rádio jovens e roqueiras, com a também carioca Rádio Fluminense. Essa época foi marcada por grandes sucessos como a Blitz, com o hit "Você Não Soube me Amar”, e o cantor Ritchie com a música "Menina Veneno”, e pelo surgimento de bandas como Ultraje a Rigor, Paralamas do Sucesso, Titãs e Kid Abelha. Depoimentos de Nelson Motta, Liminha, Léo Jaime, Evandro Mesquita e Guto Graça Mello. Diretor: Darcy Burger. Duração: 26 min. Classificação: Livre. 

Anos 80 – Episódio “B Rock – Parte 2”Em 1985, foi realizado o primeiro grande festival de rock no Brasil, o Rock in Rio, que se tornou um divisor de águas para a própria história da música brasileira e colocou o Brasil no mapa dos shows internacionais. Alguns artistas se consagraram no festival, como Barão Vermelho e Paralamas do Sucesso, e outros foram muito vaiados, como Kid Abelha e Eduardo Dusek. O período foi marcado também pela explosão de sucessos de bandas como o RPM (que provocou uma espécie de beatlemania à brasileira) e Legião Urbana. Depoimentos de João Barone, Liminha, Evandro Mesquita, Arthur Dapieve e Luiz Antônio Melo. Diretor: Darcy Burger. Duração: 26 min. Classificação: Livre. 

101 Canções Que Tocaram o Brasil – Episódio “A Explosão do Rock Brasileiro” Com o fim da ditadura no Brasil, a trilha sonora dos anos 1980 é marcada pelo rock. Uma dupla de sucesso é formada por Frejat e Cazuza, no Barão Vermelho. A banda encerra a primeira edição do Rock in Rio, em 1985, com a canção “Pro Dia Nascer Feliz”, como que anunciando um novo tempo. Legião Urbana, Blitz e outros nomes compõem esse rico cenário. Diretor: Roberto de Oliveira. Duração: 26 min. Classificação: Livre. 

Cale-se – Episódio “O Rock Proibido”O jornalista e escritor Ricardo Alexandre contextualiza o lugar ocupado pelo rock na música brasileira no final da década de 1960. Evandro Mesquita, Leo Jaime e Eduardo Dussek relembram o cenário musical da época. Ricardo Alexandre explica como o lema “sexo, drogas e rock’n’roll contribuiu para que a ditadura atribuísse ao gênero uma ameaça subversiva. Dussek e Leo Jaime endossam o coro dos roqueiros forçados ao silêncio e falam sobre suas criações vetadas. Leo fala ainda sobre a homenagem que prestou a uma censora chamada Solange e conta qual foi a reação da moça ao ouvir a música feita especialmente para ela. Roberto Menescal lembra que, mesmo com o fim do AI-5, o rock ainda permaneceu na mira da caneta dos censores. Maria Juçá, diretora do Circo Voador, lembra a importância da casa como bastião de resistência e espaço divulgador da nova cena musical jovem e rockeira. Diretor: Marcus Fernando. Duração: 26 min. Classificação: Livre. 

(Com assessoria de imprensa)

...

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link