|
  • Bitcoin 102.490
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Claudinho e Buchecha lançam ''Só Love''

PUBLICAÇÃO
domingo, 13 de dezembro de 1998

Divulgação Ranulfo Pedreiro
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Surgida nos bailes funk da periferia do Rio de Janeiro, a dupla Claudinho & Buchecha chegou às paradas de sucesso com músicas simples, letras pegajosas e um estilo pop pouco lapidado. Após vender mais de 2 milhões de discos, os dois cantores resolveram se aprimorar em ‘‘Só Love’’, terceiro álbum lançado pela Universal.
O disco já está fazendo sucesso com a faixa título, que, originalmente, não fazia parte do repertório. ‘‘Peguei 14 músicas e mostrei ao Sérgio Carvalho, diretor artístico do projeto. ‘Só Love’ e ‘Xereta’ estavam de fora do disco. Ele aprovou, mas achou que faltava uma música que pegasse, como ‘Conquista’, do primeiro disco, e ‘Quero te Encontrar’, do segundo. Então incluímos ‘Só Love’, que deu nome ao álbum’’, comenta Buchecha, em entrevista realizada por telefone pela Folha 2.
O álbum chegou às lojas com uma tiragem de 750 mil exemplares. O primeiro disco da dupla vendeu 1,250 milhão de cópias. No lançamento seguinte, os números não ficaram atrás: 1 milhão de cópias vendidas. A idéia é manter a média com ‘‘Só Love’’: ‘‘É um disco super-dançante e pretendemos repetir o sucesso’’, assegura Buchecha.
Se a preocupação comercial é evidente, a dupla busca o aprimoramento. Ambos estão fazendo aula de canto, e as apresentações contam agora com uma banda de acompanhamento. ‘‘Estamos aprendendo bem, somos mais profissionais. Agora a gente se liga mais no tom e na maneira de cantar. Além disso, o funk tocado com banda é muito legal’’, reforça Buchecha.
As faixas ‘‘Lilás’’, regravação do sucesso de Djavan, e ‘‘Só Love’’ contaram com produção e mixagem de Memê Mansur, que já havia trabalhado com Lulu Santos, um dos ídolos da dupla.
Claudinho e Buchecha também estão trabalhando para iniciar uma carreira internacional. Ambos já se apresentaram em Miami e na Argentina, no ano passado, e agora desejam repetir a dose, somando Portugal ao roteiro. Os hits ‘‘Conquista’’ e ‘‘Chance’’ já foram gravados em espanhol. Para Buchecha, depende da repercussão para que seja lançado um disco visando o mercado latino-americano: ‘‘‘Não pretendemos gravar nenhum disco em espanhol, a não ser que a repercussão seja boa’’.