Cansado de Hollywwod, Zac Efron pretende se mudar dos EUA para a Austrália


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Zac Efron, 32, pretende deixar Los Angeles, nos Estados Unidos, rumo a Byron Bay, na Austrália. Isso não significa que ele abandonará a vida artística, mas, sim, que percebeu que pode morar em qualquer lugar e seguir se reunindo com agentes e diretores usando a tecnologia. Além disso, a maioria dos projetos cinematográficos mais recentes de Efron não foram filmados em Hollywood.

De acordo com o TMZ, fontes informaram à publicação que o artista estaria exausto vivendo em Hollywood e nos arredores da cidade. Ele não deseja ser o centro das atenções e não gosta de ser perseguido pelos paparazzi.



Em seu novo programa da Netflix, a série documental "Curta Essa com Zac Efron", ele menciona seu desejo de sair de Los Angeles, o que agora parece algo próximo de se concretizar. As fontes dizem ainda que a pandemia é outra preocupação para o ator. Ele considera Byron Bay mais segura contra o vírus e não espera que o perigo em torno da Covid-19 desapareça tão cedo.

Famoso por interpretar personagens que vão do mocinho Troy no sucesso adolescente "High School Musical" (2006) a um serial killer da vida real em "Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal" (2019), Efron admitiu recentemente não ter a menor vontade de voltar à boa forma que apresentou no filme "Baywatch: S.O.S. Malibu" (2017). A declaração foi dada no episódio mais recente do programa "Hot Ones", apresentado por Sean Evans no canal do YouTube First We Feast.



"Eu me dei conta de que, assim que o filme terminasse, eu nunca mais ia querer estar tão em forma de novo. Sério. Foi muito difícil", desabafou. "Ter que me preocupar com a água sob a minha pele e a quantidade de gomos no meu tanquinho, esse tipo de coisa...É simplesmente uma idiotice", completou.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo