|
  • Bitcoin 102.552
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Até que a morte os separe

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 02 de julho de 1998

France Presse
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A atriz e cantora Barbra Streisand casou anteontem à noite com o ator James Brolin, em sua residência, em Malibu. O casamento foi confirmado pelo porta-voz de Barbra, Dick Guttman.
A cerimônia privada, cercada por rígidas medidas de segurança, colocou fim a meses de especulações, no dia em que o casal completava dois anos de namoro, declarou Guttman.
Fotógrafos, jornalistas e cinegrafistas colocaram-se desde as primeiras horas da manhã nas proximidades da propriedade, ansiosos por captar até o mínimo detalhe dos preparativos do casamento.
Os atores John Travolta, acompanhado de sua esposa Kelly Preston, Tom Hanks, com sua mulher Rita Wilson, a designer Donna Karan, os cineastas Sidney Pollock e Irvin Kershner e o produtor Quincy Jones encontravam-se entre os seletos convidados.
O casamento foi oficializado pelo rabino Leonard Bierman na sala de estar da residência da diva, que chegou pelo braço de seu filho Jason, de 31 anos. A recepção teve lugar sob uma tenda branca instalada no jardim.
O chamado casamento do ano foi modesto em termos hollywoodianos, pois, segundo jornalistas presentes, apenas foi assistido por alguns familiares e amigos próximos do casal, entre os quais também figurava o compositor Marvin Hamlish e os letristas Alan e Marilyn Bergman, colaboradores íntimos da cantora em suas quatro décadas de sucessso.
Barbra Streisand, de 56 anos, e James Brolin, de 57, se conheceram num encontro às escuras em julho de 1996, quando a cineasta e atriz estava terminando o filme ‘‘O espelho tem Duas Faces’’, e logo se apaixonaram.
‘‘Foi instantâneo’’, declarou, há algum tempo, o ator, conhecido por sua participação em seriados como ‘‘Marcus Welby, Médico’’ nos anos 70 e atualmente protagonista de ‘‘Pensacola - Wings of Gold’’.
A relação ficou mais forte quando Streisand acompanhou o namorado a Irlanda para cuidar dele durante as filmagens de ‘‘My Brother’s Wife’’, que teve Brolin como diretor. Depois de exibirem sua paixão em muitos eventos públicos, o casal assumiu compromisso em 1997.
Em entrevista concedida em novembro passado a um jornal de Los Angeles, Streisand explicou que, antes de conhecer Brolin, havia desistido da idéia de voltar a ter uma relação séria. ‘‘Tinha tanto sucesso que achava que não podia ter tudo’’, declarou a atriz de ‘‘Funny Girl’’ e ‘‘Yentl’’.
Barbra Streisand esteve casada com o ator Elliot Gould, com quem teve Jason, mas o casamento acabou em divórcio em 1971.
Depois disso, manteve relação com o produtor Jon Peters, que foi seguida por vários romances, curtos, mas muito divulgados, com o ator Omar Shariff, o ator Don Johnson, o tenista Andre Agassi e o ex-primeiro-ministro canadense Pierre Trudeau, entre outros. Brolin, por sua parte, divorciou-se duas vezes, a última em 1995.
Na entrevista concedida durante o lançamento de seu mais recente álbum, ‘‘Higher Ground’’, Barbra Streisand evocou também a possibilidade de se retirar da carreira, agora que achou a felicidade amorosa. ‘‘Acho que grande parte de meu trabalho era um substituto da ausência de amor’’, declarou. O porta-voz de Streisand negou-se a revelar onde o casal vai passar a lua-de-mel.