|
  • Bitcoin 143.505
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1549
Londrina

Folha 2

m de leitura Atualizado em 21/03/2022, 17:08

A solidão e a pandemia são temas de curtas-metragens londrinenses

“Poesia Voando” une música, poesia e cinema em curtas-metragens produzidos por artistas de Londrina com interpretação de Antônio Mariano Jr

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de março de 2022

Marcos Roman - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante

A solidão causada pela pandemia de Covid-19 em ambientes familiares, profissionais, amorosos e sociais foram traduzidos em curta-metragens produzidos por artistas londrinenses. Unindo música, poemas e cinema, o projeto “Poesia Voando” disponibiliza nesta semana quatro produções executadas com patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Os vídeos podem ser assistidos gratuitamente pelo Youtube. 

“Chieko Ito Quer Morrer” é o nome do primeiro videopoema que será disponibilizado pelo Projeto “Poesia Voando”. O curta-metragem que poderá ser assistido nesta terça-feira (22), às 20 horas, foi produzido a partir de um poema assinado pelo professor universitário aposentado e escritor Ivan Frederico Lupiano Dias, ex-docente do Departamento de Física da Universidade Estadual de Londrina (UEL). A poesia escrita por ele foi inspirada nas dores internas de uma senhora japonesa de 91 anos que teve sua trajetória de dores internas causada por conta dos familiares mortos – o marido e a filha, situações descritas detalhadamente, no The New York Times e traduzida pela Folha de S. Paulo. O vídeo tem direção do cineasta Carlos Fofaun. Antes da exibição pública, a proposta será detalhada, brevemente, numa live com os participantes do projeto.  

Na quarta-feira (23), será exibido o videopoema “Pandora”, que tem poesia de autoria do escritor, tradutor, ensaísta e compositor Rodrigo Garcia Lopes e filmagem dirigida pelo cineasta Yan Maran.O poema integra o mais recente livro de poesias de Lopes, “O Enigma das Ondas” (Editora Iluminuras, 2020). Ao todo, o escritor londrinense publicou 18 obras em prosa e poesia, algumas premiadas. É considerado um dos mais importantes nomes da literatura brasileira.  

Escrito pela poeta e professora de Língua Portuguesa da rede pública estadual, Franciela Zamariam, o poema “A Coroa de Todas as Mortes” ganhou um curta com a direção de Yan Maran, e que será disponibilizado ao público na quinta –feira (24). O título faz uma alusão sutil à pandemia, uma vez que, em espanhol, corona significa coroa. A autora tem alguns poemas em haicai publicados em importantes antologias do gênero. Entre elas, “Caleidoscópio” (Editora Andross) e “Antologia de Haicais Brasileiros“ (Editora André Quicé).  

Poster do projeto "Poesia Voando" que cnta com quatro curta-metragens Poster do projeto "Poesia Voando" que cnta com quatro curta-metragens
Poster do projeto "Poesia Voando" que cnta com quatro curta-metragens |  Foto: Divulgação
 

O curta “O Tempo é Rei” encerra o projeto “Poesia Voando”, nesta sexta-feira (25). O poema foi escrito pela poeta Fernanda de Abreu, pesquisadora e graduanda em Ciências Sociais pela UEL . A direção é de Carlos Fofaun. A criação acontece em momento pandêmico, quando há o anseio pelo movimento e a necessidade da pausa – quando a sabedoria do tempo se faz soberana. Nesse momento, vida e morte se equilibram em uma corda bamba.  

LEIA MAIS  

Projeto Poesia Voando divulga selecionados

Todos os videopoemas contam com interpretação de Antônio Mariano Júnior. “Honrado por lançar o projeto com um poema tão delicado e, ao mesmo tempo, contundente. Como intérprete, fui desafiado a captar as nuances dos poemas escolhidos, e também atuar, pela primeira vez, como ator”, afirma Antônio Mariano Júnior, jornalista, escritor e músico, proponente do “Poesia Voando”. As trilhas sonoras foram captadas e compostas pelo músico e compositor Eduardo Benvenhu. O projeto “Poesia Voando” foi idealizado e coordenado pela produtora Chris Vianna e conta com produção de Beatriz Vianna Boselli e Yashiro Yamasu. 

Serviço: 

Projeto “Poesia Voando” 

Quando – Os videopoemas serão disponilizados entre terça (22) e sexta-feira (25), às 20 horas 

Onde – No YouTube  neste link 

Gratuito 

 *O bate-papo com a equipe que acontece nesta terça-feira, às 19h30 pode ser acessado pelo link

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link link