Simone Mattos
De Curitiba
Uma terça-feira de muita música é a previsão para hoje, em Curitiba. Três grandes concertos estão marcados para esta noite, segundo a programação oficial da 18ª Oficina de Música de Curitiba, que encerra amanhã a sua 1ª fase, dedicada à música erudita. De 20 a 30 de janeiro, as oficinas e apresentações serão exclusivamente voltadas à Música Popular Brasileira.
A programação de hoje terá início às 18h30, com a apresentação dos participantes do curso Método Suzuki no ‘‘Concerto da Classe de Cordas do Método Suzuki’’. São 50 alunos de violino, 22 de violoncelo e três de viola. O concerto acontecerá no Teatro Guaíra.
No repertório estão peças de Vivaldi, Baklanvova, Kabalevski, Michael Mc Lean e Carl Maria Von Weber; composições do folclore brasileiro, como ‘‘Samba Lel꒒; músicas que Elton John criou para o filme ‘‘Rei Leão’’; além de obras de Shinichi Suzuki, fundador do método Suzuki. O eclético repertório homenageia ainda os 250 anos da morte de J.S.Bach, com seis obras do compositor alemão. Entre elas estão ‘‘Marcha em Sol Maior’’ e ‘‘Minueto em Dó Maior’’.
O método Suzuki surgiu no Japão há cerca de 50 anos. Ele é voltado ao desenvolvimento da sensibilidade humana, sem visar a formação profissional. O objetivo é fazer com que os alunos aprendam a música primeiramente de ouvido, para depois compreender as partituras. Esta maneira de aprender normalmente se revela mais rápida do que o método convencional.
Muitos concertistas paranaenses que hoje têm renome internacional iniciaram o aprendizado atavés do método Suzuki. Entre eles estão Luiz Gustavo Surgik (Orquestra de Hamburgo, na Alemanha), Rodolfo Richter (Orquestra de Chicago, nos Estados Unidos) e João Eduardo Titton (mestre em Música nos Estados Unidos).
Um dos exemplos de talento precoce na turma de Método Suzuki da 18ª Oficina de Música é o aluno paulista Abner Bach Andrade Silva, de seis anos. O jovem violinista faz parte de uma família de músicos. Seus pais são violistas das orquestras Sinfônica do Estado de São Paulo e Municipal de Santo André. Ele veio de São Paulo para Curitiba especialmente para participar da Oficina.
Após o concerto dos alunos do Método Suzuki, o Teatro Guaíra será palco para 75 jovens instrumentistas e um coro formado por 40 crianças, a partir das 21 horas. Chamado de Orquestra B, já que reúne alunos com pouca experiência, o grupo será regido pelo maestro Dario Sotelo Calvo. ‘‘São alunos de oito a 17 anos, que tocam bem os seus instrumentos, mas não estão acostumados a tocar em conjunto e não têm muito conhecimento do repertório orquestral’’, define o maestro. ‘‘O grande mérito da oficina é justamente possibilitar essa experiência’’.
Segundo ele, o repertório permite acesso a vários estilos musicais, passando pelas canções brasileiras e internacionais, clássicos e contemporâneos. Na segunda parte do concerto, haverá participação do coro infanto-juvenil da Oficina. Eles participam do curso ‘‘Didática e Prática de coro infanto-juvenil’’, que funciona como um laboratório para formação de novos regentes.
A programação de hoje conta ainda com a apresentação dos alunos da cantora lírica Denise Sartori, no curso de ‘‘Técnica Vocal e Música de Câmara’’. Eles irão interpretar a ópera contemporânea ‘‘The Waiter’s Revange’’ (‘‘A Vingança do Garçon’’), do autor inglês Stephan Oliver.
Denise conta que a ópera, ambientada na década de 50, é um espetáculo cômico que exige muito dos participantes. ‘‘Os cantores transmitem a obra apenas pela emissão de sons, sem recorrer a nenhum texto, contando com um minucioso trabalho cênico’’, diz ela.
O curso reúne 40 alunos de vários Estados do Brasil. No palco estarão os cantores Thiago Monteiro (barítono), Marinice Pfau Lenz (soprano), John de Castro (baixo barítono), Josiane Zullinni (mezzo-soprano), Ulrike Graf (contralto), Alexandre Wolf (tenor) e Luciana Gabado (mezzo-soprano).
O ‘‘Concerto da Classe de Cordas do Método Suzuki’’ acontecerá hoje às 18h30 no Guairão. O concerto da Orquestra B e do Coro Infanto-Juvenil terá início às 21h, também no Teatro Guaíra. A ópera contemporânea ‘‘A Vingança do Garçon’’ será apresentada às 19 horas, no salão nobre do Colégio Estadual do Paraná. Os três espetáculos têm entrada franca.Hoje à noite, os participantes da Oficina de Música, em Curitiba, tomam o palco para fazer três concertos
Alice Rodrigues/ DivulgaçãoO violinista Abner Bach Andrade Lima, de apenas seis anos, é um dos destaques no concerto dos alunos do Método Suzuki