1.300 sambistas desfilam em Londrina Arquivo FolhaCinco escolas de samba de Londrina vão desfilar no domingo, levando para a passarela sua alegria e suas cores Jackeline Seglin De Londrina Cinco escolas de samba de Londrina entram domingo na Avenida Leste-Oeste para disputar o título do Carnaval de Rua 2000. A partir das 20 horas, as agremiações saem do cruzamento com a Rua São Luiz para percorrer os 500 metros da passarela do samba (até a Rua Mossoró). Um sorteio estipulou a ordem de entrada das concorrentes: Garotos Unidos Londrinenses, Navegantes do Mar Azul, Quilombo dos Palmares, Gaviões Londrinenses e Unidos do Jardim do Sol. O desfile vai reunir cerca de 1.300 integrantes na passarela. Cada escola terá entre 45 minutos e uma hora para mostrar sua performance na avenida. Os 15 jurados vão avaliar os quesitos bateria, harmonia, enredo, fantasias, mestre-sala e porta-bandeira, samba-enredo, evolução, alegorias e adereços, comissão de frente e conjunto. O regulamento do desfile sofreu algumas alterações este ano, como mudanças dos pesos de avaliação e de critério para desempate, antecipação da apuração (segunda-feira, às 15 horas, no Zerão) e definição dos nomes dos jurados com aprovação das escolas. O Carnaval de rua é organizado pela Companhia de Desenvolvimento de Londrina, que espera atingir um público de 40 mil pessoas. Este ano, não serão cobrados ingressos para o desfile. No entanto, a arquibancada de 130 metros de extensão montada no local abriga apenas 3.500 espectadores. ‘‘O público terá acesso único por um portão. Lotou, não entra mais ninguém. Por isso peço a colaboração da comunidade’’, diz o coordenador do evento, João Scaff. Quem não garantir seu lugar vai ter que assistir ao desfile em pé. O esquema de segurança começa a funcionar a partir das 15 horas, quando o trajeto será interditado para o trânsito de veículos. À noite, o evento terá apoio do 5º Batalhão da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Técnicos de Trânsito da Comurb, ambulância e IPPUL. A passarela do samba londrinense também terá iluminação especial e sistema de sonorização de 24 mil watts, além de duas camionetes de trios elétricos. O palanque para autoridades e jurados será montado próximo ao cruzamento com a Rua Belém.