A goleada de 4 a 0 sobre o Santa Cruz, no último sábado, no Estádio Joaquim Américo, em Curitiba, selou a paz entre torcida e o Atlético Paranaense. O pensamento da equipe agora é conseguir mais um bom resultado quarta-feira, em Campinas, às 20h30, contra a Ponte Preta e ficar mais próximo da classificação à próxima fase do Módulo Azul da Copa João Havelange.
O técnico Antônio Lopes vai poder contar com reforços: Émerson volta após cumprir suspensão automática; Lóbaton retorna do Peru hoje; Luís Carlos Goiano começa os treinamentos, recuperado de uma tendinite no tornozelo; e Bentinho, que estava cm problemas de documentação e fora do condicionamento físico.
Os jogadores atleticanos não esperam pegar moleza no Moisés Lucarelli. Marcus Vinicius, que marcou dois gols contra o Santa Cruz, aposta num jogo mais difícil: ‘‘Eles tem 25 pontos e ainda não perderam em casa’’. Kléberson e Kléber, que fizeram os outros gols contra o time pernambucano, pensam em vitória, mas concordam que um empate em Campinas também é um bom resultado.
Antônio Lopes gostou da atuação da equipe contra o Santa Cruz e espera a mesma determinação contra a Ponte Preta. ‘‘Jogo após jogo o rubro-negro vai aprimorando o rendimento. O grupo sabe que para conseguir se classificar, precisa se superar a cada partida. Na João Havelange nenhum time pode cantar a vitória com antecedência’’.
Já o Coritiba, que teve o jogo contra o Vasco transferido para outra data, enfrenta quarta-feira o São Paulo, no Estádio do Morumbi, às 20h30. Na lanterna na Copa João Havelange, com apenas 10 pontos ganhos em 15 partidas, o alviverde espera a reabilitação em cima do atual primeiro colocado, com 27 pontos em 15 jogos. Para tentar fugir da última colocação, o técnico Ivo Wortmann espera contar com o atacante Chris, que teve um estiramento muscular na véspera da partida contra o Palmeiras, semana passada, e a volta do zagueiro Luís Carlos. Nos últimos trabalhos no Centro de Treinamento do Graciosa, Wortmann insiste nas preleções aos seus jogadores de meio e ataque, uma maior objetividade: ‘‘Precisamos arriscar mais’’.