|
  • Bitcoin 145.766
  • Dólar 4,7946
  • Euro 5,1147
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 08/04/2022, 21:21

Vasco frustra torcida e empata com Vila Nova em estreia na Série B

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - A torcida esgotou os ingressos antecipadamente, lotou São Januário, mas o Vasco mais uma vez a frustrou. Com um desempenho "engessado", o time cruzmaltino ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Vila Nova e deixou os vascaínos irritados, nesta sexta-feira (8).

O time do técnico Zé Ricardo abriu o placar logo no início com Raniel logo aos oito minutos do primeiro tempo, mas três minutos depois voltou a sofrer com um carma que já carrega há dois anos: a bola parada. Arthur Rezende, de cabeça, empatou.

Na próxima rodada o Vasco visita o CRB em Maceió (AL), já o Vila Nova recebe o Novorizontino em Goiânia (GO).

O experiente meia Wagner, ex-Cruzeiro, Fluminense e Vasco entrou aos 17 minutos do segundo tempo pelo Vila Nova. Ele passou pelo clube cruzmaltino entre 2017 e 2018 e saiu acionando a Justiça de Trabalho. O jogador está com 37 anos.

O técnico Zé Ricardo teve duas semanas para preparar o Vasco para a Série B, mas a equipe foi exatamente igual à que disputou o Campeonato Carioca. Lenta, sem criatividade e com marcação frouxa.

O time goiano não se limitou a somente se defender. O Vila Nova foi, sobretudo, inteligente, explorando os contra-ataques, sabendo amarrar o jogo no momento certo para esfriar a torcida e assim conseguiu manter esse ponto importante.

Raniel quase fez o segundo dele aos 21 minutos do primeiro tempo após um cruzamento da direita onde ele raspou de cabeça e a bola bateu caprichosamente na trave.

Aos 28 minutos do primeiro tempo, o lateral esquerdo Edimar aproveitou um rebote e chutou no canto do goleiro do Vila Nova. Após três minutos, porém, o VAR foi acionado e o árbitro Leandro Pedro Vuaden interpretou que foi falta de Bruno Nazário durante a jogada.

Nenê foi substituído aos 24 minutos do segundo tempo por Getúlio e não gostou nem um pouco. O experiente meia saiu esbravejando e reclamando bastante.

VASCO

Thiago Rodrigues, Weverton (Juninho), Anderson Conceição, Juan Quintero e Edimar; Zé Gabriel, Yuri Lara (Lucas Oliveira) e Nenê (Getúlio); Gabriel Pec, Bruno Nazário (Vitinho) e Raniel (Figueiredo). T.: Zé Ricardo.

VILA NOVA

Georgemy; Alex Silva, Rafael Donato, Renato e Willian Formiga; Rafinha, Pablo Roberto (Wagner) e Arthur Rezende. Matheuzinho (Jean Silva), Pablo Dyego e Victor Andrade. T.: Higo Magalhães.

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)

VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Cartões amarelos: Zé Gabriel, Yuri Lara (VAS); Alex Silva, Matheuzinho (VIL)

Gols: Raniel (VAS), aos 8 minutos, e Arthur Rezende (VIL), aos 11 minutos do primeiro tempo