|
  • Bitcoin 148.280
  • Dólar 4,8801
  • Euro 5,1669
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 22/04/2022, 23:53

Vasco e Chapecoense empatam em jogo com bola "cancelada" por chuva e apagão

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 22 de abril de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Chapecoense e Vasco empataram por 0 a 0 na noite desta sexta-feira (22). Fraca tecnicamente, a partida da terceira rodada da Série B foi marcada pela forte chuva e pelas quedas de energia na Arena Condá.

O gramado, castigado com quantidade de água, fez com que os dois clubes apostassem nas ligações diretas, especialmente na primeira etapa. Sem criação, poucas jogadas ofensivas foram feitas no duelo. A Chape ainda foi quem chegou mais perto do gol, porém Perotti parou na trave.

A igualdade deixa a equipe catarinense provisoriamente na segunda colocação, com cinco pontos ganhos. Já o time carioca, que não vence há 11 jogos pela Série B, fica na 10ª colocação, com três pontos.

Antes mesmo de a bola rolar, os refletores da Arena Condá apagaram por três vezes, em decorrência da forte chuva que caiu em Chapecó. O jogo atrasou sete minutos para começar e, quando a bola rolou, demorou mais sete para sofrer um novo apagão.

Rapidamente, as luzes foram acesas e a bola voltou a rolar, contudo, três minutos mais tarde se apagaram novamente. O vai e volta ainda aconteceu mais uma vez, paralisando o embate cerca de dois minutos depois. Após isso, enfim, a iluminação se estabilizou e permitiu que o confronto acontecesse.

Com o gramado muito pesado, as duas equipes abusaram dos chutões no primeiro tempo. Erick, aos 16, ficou sozinho após Raniel ganhar pelo alto, porém pegou muito mal na bola e mandou para fora. A outra chance dos visitantes antes do intervalo veio aos 40, com Zé Gabriel. Ele bateu, parou na poça, pegou a sobra, contudo parou na defesa de Vagner.

Já a equipe da casa arriscou mais nas finalizações, mas também não levou muito perigo. Depois dos 40 minutos, os mandantes ensaiaram uma pressão e acertaram a trave. Perotti ficou sozinho quase na pequena área e tocou rasteiro, acertando a trave.

O segundo tempo melhorou um pouco e os dois times tiveram mais intensidade. O time alviverde rondou mais a área adversária nos minutos iniciais até que o embate retomou o ritmo mais lento de antes do intervalo.

Quando tentou sair, o Vasco preferiu bater de longe. As conclusões não tiveram a direção, exigindo pouco do goleiro Vagner. O chute que passou mais perto da trave foi de Vinicius, aos 39 minutos.

As duas equipes voltam a campo pela quarta rodada do torneio. Na quarta (27), às 21h30, o Vasco recebe a Ponte Preta em São Januário. Um dia antes, na terça (26), às 19h, a Chape visita o Novorizontino no interior paulista.

CHAPECOENSE

Vagner; Ronei, Victor Ramos, Léo e Fernando; Marcelo Freitas, Betinho (Claudinho) e Lima (Matheus Bianqui); Orejuela (Derek), Perotti (Jonathan) e Maranhão (Chrystian). T.: Gilson Kleina.

VASCO

Thiago Rodrigues; Gabriel Dias (Weverton), Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Zé Gabriel, Yuri Lara (Matheus Barbosa) e Nenê; Erick (Zé Santos), Figueiredo (Vinicius) e Raniel (Gabriel Pec). T.: Zé Ricardo.

Estádio: Arena Condá, Chapecó (SC)

Horário: 21h30 desta sexta-feira (22)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

VAR: Wagner Reway (PB)

Cartão amarelo: Gabriel Dias (VAS)