O quarteto ofensivo do Vasco, que esteve presente na goleada de 6 a 0 da Seleção Brasileira sobre a Venezuela, entrará de novo em campo hoje, às 22 horas, em São Januário, para ajudar o Vasco na busca pela sexta vitória consecutiva do time – a quinta na Copa João Havelange. O adversário é o Vitória, que vem de uma goleada de 5 a 1 sobre o São Paulo e ocupa a oitava colocação, com 24 pontos. O Vasco tem um a mais e está em quarto.
O técnico do Vasco, Oswaldo de Oliveira, não só poderá contar com o zagueiro Valkmar, que vinha ocupando a vaga de titular enquanto as outras opções para a posição estavam contundidas. O seu substituto será Géder, o primeiro a se recuperar.
Na frente, o treinador conta com Juninho, Juninho Paulista, Euller e Romário para levar o time a mais uma vitória. Nos últimos quatro jogos pelo campeonato, o Vasco marcou 14 gols, uma média de 3,5 por jogo. A equipe de São Januário poderá inclusive chegar à liderança da Copa João Havelange na rodada de hoje. Para isso, tem que passar pelo Vitória e torcer por uma derrota do São Paulo para o Coritiba, no Morumbi.
O grande desafio do técnico Ricardo Gomes, do Vitória, é tentar repetir a atuação primorosa que o time baiano teve diante do São Paulo, quando goleou o tricolor paulista por 5 a 1, sábado passado.
Ele confirmou que escalará a mesma equipe, sem os atacantes Bebeto e Allan Delon, machucados. A saída de Bebeto do time na partida passada, transformou o Vitória, que até então não vencia havia quatro jogos.
O atacante Vítor, oriundo das divisões de base do clube, que substituiu o tetracampeão, foi um dos melhores em campo, na partida contra o São Paulo e não deve deixar o time titular tão cedo.