|
  • Bitcoin 147.382
  • Dólar 4,9137
  • Euro 5,1975
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 13/05/2022, 22:18

Último invicto da Série B, Vasco recebe líder Bahia e busca topo da tabela

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 13 de maio de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - De olho na zona de acesso para a Série A e buscando manter sua invencibilidade, o Vasco recebe às 16h deste domingo (15) o Bahia, atual líder da tabela, pela sétima rodada da segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Para conquistar os três pontos em casa, o time cruz-maltino não terá vida fácil, já que o adversário de Salvador tem o melhor ataque e defesa da competição.

O time tricolor lidera a Série B com 13 pontos, três a mais que a equipe carioca, e goleou na última partida válida pela competição: 4 a 0 contra o Londrina. O Vasco, por sua vez, superou o CSA na sexta rodada e se manteve como último invicto da competição, já que o Tombense, que vinha de 5 empates seguidos, perdeu para o Sport na última sexta-feira.

DÚVIDAS NO ATAQUE

Ainda em busca da melhor formação e demonstrando uma pequena evolução na Série B, o técnico Zé Ricardo tem promovido uma disputa "presidenciável" em seu ataque, ora escalando o recém-contratado Getúlio, ora optando pelo prata da casa Figueiredo.

Em campo, o jovem revelado nas divisões de base soma mais jogos como titular nesta Série B. Foram quatro das seis partidas disputadas pela equipe até aqui, sendo que ainda entrou nas outras duas. Getúlio, por sua vez, atuou em quatro jogos, mas em apenas um começou entre os 11. Porém, foi justamente na última rodada, na vaga de Figueiredo, em duelo onde o Vasco venceu por 1 a 0 o CSA e colou no G4.

"O CSA é um bom adversário, tem uma equipe que trabalha bem os cruzamentos. A ideia do Getúlio de início foi para que a gente pudesse fortalecer a nossa bola aérea, para se projetar nas costas do Diego Renan. Poderia levar vantagem por ali. Ele começou bem a partida, depois de um ou dois erros perdeu um pouquinho a concentração. Ele tentou fazer o jogo de uma forma mais ansiosa", explicou Zé Ricardo após o jogo, detalhando também sua ideia de colocar Figueiredo no decorrer:

"O Figueiredo eu queria guardar para o segundo tempo. É um jogador muito potente. Jogo pensado, como todos jogos são. Estratégia às vezes dá certo, às vezes não. Mas a equipe perseverou."

Neste domingo, o time cruzmaltino novamente atuará em São Januário em jogo com caráter decisivo contra o líder Bahia. Uma vitória poderá colocar o time vascaíno no grupo de acesso à Série A e Zé Ricardo faz mistério. Getúlio e Figueiredo novamente disputam uma vaga no ataque com o também atacante Erick, recuperado de lesão, correndo por fora.

Para o duelo de Domingo, o time treinado por Zé Ricardo pode não contar com Palácios, que sofreu com uma pancada no joelho durante treino na quarta e é dúvida.

Já o Bahia, comandado por Guto Ferreira, não terá à disposição o zagueiro Luiz Otávio, que sentiu dores no duelo contra o Azuris pela Copa do Brasil. O meia Lucas Mugni e o atacante Hugo Rodallega ainda estão em recuperação física, e não devem ser relacionados, assim como o atacante Raí, que se recupera de fratura na mão direita.

Após o confronto no Rio de Janeiro, as duas equipes enfrentam times de Campinas: O Vasco viaja até a cidade para enfrentar o Guarani, na quinta-feira (19), enquanto o Bahia enfrenta a Ponte-preta na Fonte Nova., na sexta-feira (20).

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 16h (de Brasília) deste domingo (15)

Árbitro: Raphael Claus (/FifaSP)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Transmissão: Premiere