Duelo de gladiadores. Assim é denominada a luta entre o ex-campeão mundial de boxe, o peso-pesado americano Mike Tyson e o polonês Andrew Golota, hoje, no Hotel Palace de Auburn Hills, em Michigan. O programa deverá começar por volta meia noite (horário de Brasília). No ringue estarão dois lutadores com má reputação na imprensa e público em geral por causa dos constantes atritos que ocasionam tanto dentro como fora dos combates.
Tyson sagrou-se campeão da categoria com 20 anos, o pugilista mais novo a conquistar a tal façanha, em 1986. Desde então, sua carreira vem sendo pontuada por problemas. Foi para a prisão por duas vezes, uma por estupro e outra por agressão e perdeu para Holyfield por desclassificação no famoso combate em que mordeu a orelha de seu oponente. Não bastasse estes incidentes, vive envolvido em bate bocas com desafetos. Fatores que desgastaram sua imagem no mundo esportivo.
Seu adversário também não é bem quisto. Recentemente foi desqualificado em dois confrontos – contra Riddick Bowe – por desferir golpes baixos em seu adversário. Golotta também gosta de usar os dentes. Em 1995, mordeu o ombro de um adversário, em cima do ringue.
O duelo dos gladiadores será visto por um público de 20 mil pessoas que gastaram entre US$ 75 e US$ 1,5 mil por um ingresso. A bolsa dos lutadores só sairá na semana que vem.
Título – O pugilista venezuelano Antonio Cermeno perdeu o título de campeão interino da categoria supergalo, válido pela Associação Mundial de Boxe. O atleta não colocou o título em jogo no prazo estabelecido. Gilberto Jesus Mendoza, diretor executivo da AMB, disse que o fato obrigou a entidade a eliminar o pugilista de suas listas. ‘‘Agora, o título, que está vago, será disputado entre o também venezuelano Yober Ortega e o japonês Kozo Ishii’’, confirmou.