Torcedores do Avaí foram alvos de uma emboscada no início da madrugada desta quarta-feira (24). O ônibus em que eles viajavam foi atacado a pedradas na BR-101, em Balneário Camboriú (SC). O grupo voltava para Florianópolis (SC) após jogo contra o Paraná Clube na noite de ontem (23) em Curitiba.

Imagem ilustrativa da imagem Torcedor morre atingido por pedra na volta de jogo no Paraná
| Foto: Divulgação/PRF SC



De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, as pedras que atingiram o coletivo foram jogadas de cima de um viaduto. Um torcedor foi atingido na cabeça. João Grah, de 27 anos, foi encaminhado em estado gravíssimo ao hospital e teve a morte confirmada na manhã de hoje.

Imagem ilustrativa da imagem Torcedor morre atingido por pedra na volta de jogo no Paraná
| Foto: Divulgação/PRF SC



A PRF fez buscas na região do incidente e não conseguiu localizar nenhum suspeito.

A partida válida pela Série B do Campeonato Brasileiro terminou empatada em 1 a 1.

Imagem ilustrativa da imagem Torcedor morre atingido por pedra na volta de jogo no Paraná
| Foto: Divulgação/PRF SC



O Avaí divulgou nota de pesar pela morte do torcedor. Leia a íntegra:

"É com pesar que os Poderes Constituídos do Avaí Futebol Clube lamentam a morte do torcedor do Avaí, João Augusto Grah, 27 anos, ocorrida na madrugada desta quarta-feira (24), no Km 136 da BR 101, em razão de um apedrejamento ao micro-ônibus em que estava, quando retornava de Curitiba-PR, onde assistiu ao jogo Paraná 1×1 Avaí.

João Grah é sobrinho do Conselheiro do clube, Sr. Zari José Farias Filho.

Seu velório iniciará às 15 horas desta quarta-feira (24), na Câmara de Vereadores de Santo Amaro da Imperatriz. O seu sepultamento acontecerá às 09 horas de quinta-feira (25), no cemitério da Igreja Matriz de Santo Amaro da Imperatriz.

Por outro lado, o Avaí Futebol Clube repudia este ato violento que tirou a vida de um jovem, e espera que as autoridades cheguem aos autores para que sejam punidos com os rigores da Lei.

Nossos sentimentos aos familiares e amigos."