Revelação -

Tenista londrinense é convocado para a seleção brasileira

João Pedro Bonini, 13 anos, vai representar o Brasil no Campeonato Sul-Americano, no Paraguai

Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha
Lucio Flávio Cruz - Grupo Folha

Mais nova promessa do tênis de Londrina, João Pedro Didoni Bonini, 13 anos, foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira e será um dos três tenistas a representar o Brasil no Campeonato Sul-Americano que será disputado em julho, em Assunção, no Paraguai.


 

João Pedro Bonini é o segundo do ranking nacional e quarto da Cosat
João Pedro Bonini é o segundo do ranking nacional e quarto da Cosat | Divulgação
 


Atual número dois do ranking nacional e quarto da Cosat (Confederação Sul-Americana de Tênis), Bonini chega à seleção brasileira após acumular bons resultados na temporada.


“Disputei vários torneios na América do Sul e conquistei ótimos resultados nas duplas e também no individual. Nem sempre sendo campeão, mas fazendo final, semifinal e somando pontos”, afirma o tenista que, na última semana, foi campeão nas duplas e no individual em um torneio em La Paz, na Bolívia.


João Pedro começou a jogar tênis aos quatro anos influenciado pela família, também praticante da modalidade. Aos dez anos, começou a disputar competições e agora vive o melhor momento da ainda recente carreira.


“Chegar à seleção era algo que nunca imaginaria. Há dois ou três anos sabia que era uma situação muito acima da minha realidade. Este ano, com os resultados, sabia que tinha possibilidades. É algo incrível e estou muito feliz”, revela o jogador da AABB (Associação Atlética Banco de Brasil) de Londrina e que é treinado pelo técnico Guilherme de Paula.


A convocação para a seleção brasileira abre outras oportunidades na temporada para o londrinense. Com custos bancados pela Cosat, Bonini irá participar do giro europeu no segundo semestre, com torneios na França, Alemanha, Holanda, Bélgica e Itália, do próximo giro sul-americano e ainda se garantiu no Master da América do Sul em fevereiro do ano que vem no Equador, com a presença dos oito melhores colocados do continente no ranking.


 

Tenista londrinense é convocado para a seleção brasileira
Divulgação
 


“Acredito que o planejamento que fizemos foi fundamental. Desde a definição dos treinamentos até a escolha de quais torneios participar, de onde ir jogar. Agora, é conseguir desempenhar o meu melhor jogo na seleção”, frisa.


Apesar da pouca idade, João Pedro já tem traçado muito bem o que quer para o futuro dentro e fora das quadras. “Quero seguir carreira profissional e chegar a disputar torneios da ATP (Associação de Tenistas Profissionais). Sei que é algo muito difícil e que poucos conseguem atingir este estágio. E o plano B é seguir jogando e ir estudar nos Estados Unidos”, projeta. 


Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo