|
  • Bitcoin 123.988
  • Dólar 5,0950
  • Euro 5,2404
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 16/07/2022, 15:31

Técnico do PSG interrompe pergunta sobre indisciplina para defender Neymar

PUBLICAÇÃO
sábado, 16 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O novo técnico do PSG, Christophe Galtier, já está traçando o que pretende para o time nesta nova temporada. Ele deu entrevista ao jornal francês L'Equipe e, numa das perguntas, o Neymar foi usado para dar um exemplo de indisciplina. Galtier, que pretende usar Neymar como meio-campista, interrompeu a pergunta e defendeu o brasileiro.

Repórter: E se por acaso Neymar chegar atrasado a um treino

Galtier: Mas por que Ney?

Repórter: Porque aconteceu com ele na temporada passada.

Galtier: Mas isso acontece em todos os vestiários.

Repórter: Mas em Paris, o eco não é o mesmo que em Saint-Étienne, Lille ou Nice.

"É verdade. Isso tem eco internacional. (Ele faz uma pausa.) Haverá regras de vida que serão postas em prática, as quais apresentarei ao grupo. Haverá algumas coisas negociáveis, algumas não negociáveis. Vou trocar com os jogadores porque é preciso levar em conta as obrigações extraesportivas dos jogadores, mas regras muito precisas terão que ser respeitadas. Eles terão que se comprometer. E, quem quer que seja o jogador, se ele não tiver motivos válidos para não respeitá-las, ele ficará de lado por conta própria. Vai acontecer naturalmente. Também não estamos no exército", complementou o técnico.

Nesta janela de transferências, vários rumores de uma possível transferência de Neymar surgiram, inclusive mencionando que o próprio clube não teria interesse em contar com os serviços do brasileiro. Galtier, por outro lado, disse que já imagina como será o seu posicionamento e elogiou o craque brasileiro.

"Uma equipe é sempre mais forte com grandes jogadores. E Neymar é um. Nós conversamos muito sobre isso desde a reapresentação. No campo ofensivo, haverá tempo de jogo para todos. Eu sei onde Neymar pode ficar confortável, seja um pouco mais avançado ou na frente de dois meio-campistas. Neymar, como o Leo (Messi), eles são facilitadores, jogadores que têm essa capacidade de se encontrar nas entrelinhas e de ser decisivo", disse.