|
  • Bitcoin 153.100
  • Dólar 5,0535
  • Euro 5,2557
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 10/04/2022, 21:22

Técnico agride bandeirinha mulher e é demitido no Espírito Santo

PUBLICAÇÃO
domingo, 10 de abril de 2022

NICOLA PAMPLONA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O técnico Rafael Soriano, da Desportiva Ferroviária-ES, agrediu neste domingo (10) a assistente de arbitragem Marcielly Netto, ao fim do primeiro tempo da partida contra o Nova Venécia, pelo Campeonato Capixaba. Ele foi demitido pelo clube após a partida.

A agressão ocorreu na saída para o intervalo do confronto, válido pelas quartas de final do estadual do Espírito Santo. Insatisfeito com o encerramento do jogo antes de seu time cobrar um escanteio, ele entrou em campo para reclamar com a arbitragem.

Após discussão com o juiz Arthur Gomes Rabelo, Soriano acertou o rosto de Marcielly com uma cabeçada e foi expulso pelo árbitro.

À reportagem da TV Cultura que acompanhava o jogo no estádio Zenor Pedrosa Rocha, em Nova Venécia, ele negou ter agredido a assistente de arbitragem. Segundo a reportagem, ele teria dito que ela estava "querendo se aproveitar de uma situação porque é mulher".

Em nota publicada após a partida, a Desportiva Ferroviária comunicou a demissão de Soriano.

"A Desportiva Ferroviária vem a público informar que repudia toda e qualquer tipo de violência, seja física, verbal, moral ou emocional, principalmente contra mulheres, e nos solidarizamos com a assistente de arbitragem Marcielly Netto, nos colocando à disposição para aquilo que for necessário", disse o clube.

A Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo informou que encaminhará a súmula da partida ao TJD-ES (Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santo) e acompanhará o caso de perto.

"A Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo (FES) afirma que combate e repudia qualquer ato de violência, este praticado pelo treinador da Desportiva Ferroviária, e que dará todo o suporte necessário à árbitra assistente Marcielly Netto", afirmou, em nota.

A Desportiva Ferroviária perdeu o jogo por 3 a 1 e foi eliminada do campeonato. O Nova Venécia havia vencido também a primeira partida por 2 a 0.