Sem Edílson, Corinthians busca 1ª vitória na Libertadores2/Mar, 18:40Por Wilson Baldini Jr.São Paulo, 02 (AE) - O técnico Oswaldo de Oliveira considera a partida de amanhã, às 21h40, no Pacaembu, pela Taça Libertadores, contra a Liga Deportiva Universitaria, do Equador, como a estréia do Corinthians na temporada 2000. As duas semanas de treinamento entre o primeiro jogo na principal competição sul-americana, derrota para o América do México, por 2 a 0, e a partida de amanhã à noite foram consideradas "bastante satisfatórias" pelo treinador corintiano. "A expectativa é das melhores; o time só ficará totalmente pronto dentro de 40 dias, mas já será possível perceber uma grande melhora do grupo", afirmou Oswaldo, que ganhou um desfalque hoje à tarde. O atacante Edílson, com dores musculares, foi submetido a uma ressonância magnética e vetado pelos médicos do clube. "Esta contusão vem desde o Mundial; ele (Edílson) parava de sentir as dores quando aquecia, então resolvemos fazer um exame para saber o grau da contusão", disse Oswaldo de Oliveira, que escalou Dinei para fazer dupla com Luizão no ataque corintiano. O outro desfalque do time será o lateral-direito Índio, que está com tendinite no tornozelo direito. Ele será substituído por Daniel. Edu será o parceiro de Vampeta no meio-de-campo. Dida não participou dos dois coletivos que a equipe realizou na concentração em Atibaia, mas tem sua escalação garantida. Com relação ao time que perdeu no México na primeira partida, o meia Ricardinho e o lateral-esquerdo Kléber são as novidades. A vitória do Olímpia, por 3 a 1, sobre o América do México, quarta-feira, em Assunção, não agradou ao técnico corintiano. "Preferia o empate", disse o treinador, que consolou-se com o fato de ainda ter duas partidas contra a equipe paraguaia. "E temos a vantagem de conhecer um pouco mais o Olimpia, pois sempre estamos nos enfrentando em competições sul-americanas", disse o treinador. Depois do jogo de amanhã toda a delegação do Corinthians terá folga até segunda-feira à tarde, quando terão reinício os treinamentos para a estréia da equipe no Campeonato Paulista. O atual campeão mundial enfrenta a Internacional de Limeira. No Paulista, o Corinthians não vai poder mandar seus jogos no Pacaembu, por causa de um problema de publicidade entre a administração do estádio e a Federação Paulista de Futebol. "Nossa preferência era pelo Pacaembu", afirmou Oswaldo. Carlos Nujud, diretor de Futebol, afirmou que a equipe deverá utilizar três estádios para a competição regional: Morumbi, Canindé e o Parque São Jorge. Amanhã será enterrado o corpo do ex-assessor de imprensa do Corinthians, Toninho de Almeida. Ele morreu hoje, exatamente quando completou 70 anos de clube. Ficha Técnica: Corinthians - Dida; Daniel, Fábio Luciano, Adílson e Kléber; Vampeta, Edu, Ricardinho e Marcelinho; Luizão e Dinei. Técnico - Oswaldo de Oliveira.