Amuleto de Dunga na primeira passagem do técnico pela Seleção, o atacante Robinho, do Santos, foi convocado ontem para os amistosos contra a Colômbia e o Equador, nos Estados Unidos. O lateral- esquerdo Marcelo, do RealMadrid, também foi chamado.
As oportunidades para ambos os atletas surgiram por causa das contusões do atacante Hulk, do Zenit, e do lateral Alex Sandro, do Porto. O retorno de Robinho à Seleção poderia ter ocorrido já na Copa do Mundo de 2014 mas, na ocasião, o técnico Luiz Felipe Scolari optou por chamar Jô, do Atlético-MG.
Das 60 partidas que Dunga comandou a Seleção, entre 2006 e 2010, Robinho disputou 53, uma a menos do que Gilberto Silva, do Atlético- MG, o atleta que mais entrou em campo com o treinador. Na artilharia, o atacante santista também foi o segundo, ao marcar 21 gols, contra 22 de Luis Fabiano, do São Paulo.
- Muito feliz pela convocação. Já falei com o Jefferson (goleiro do Botafogo) e vamos juntos para lá (se apresentaram ontem à noite à Seleção). Espero representar bem o meu país - disse Robinho, antes do jogo contra o Botafogo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, ontem.
A última convocação de Robinho havia sido feita por Scolari, no dia 31 de outubro de 2013, para os amistosos contra Honduras e Chile. E contra o rival sul-americano, o jogador fez um gol.
O Brasil enfrenta a Colômbia, na sexta-feira, em Miami. Em seguida, no dia 9, em Nova Jersey, o time comandado por Dunga atuará contra o Equador.

O lateral da Copa
Marcelo retorna à Seleção para compor o time dos jogadores que disputaram a Copa-2014. Titular no Mundial, o jogador havia sido preterido por Alex Sandro e Filipe Luis, do Chelsea.
Para os amistosos contra a Colômbia e o Equador, Dunga contará com dez atletas que disputaram o Mundial no Brasil.

Imagem ilustrativa da imagem SELEÇÃO BRASILEIRA - Dunga na base do recordar é viver
Imagem ilustrativa da imagem SELEÇÃO BRASILEIRA - Dunga na base do recordar é viver