Agência Estado
Do Rio de Janeiro
O fisiologista Renato Lotufo preparou uma dieta rica em carboidratos para os jogadores da Seleção Brasileira, a partir do domingo, dia da apresentação do grupo ao técnico Wanderley Luxemburgo, no Rio. De acordo com Lotufo, a altitude de Bogotá pode provocar desidratação nos atletas. ‘‘Vamos trabalhar contra isso e cobrar dos jogadores a ingestão frequente de soluções e de água’’, declarou ele.
Lotufo defende uma ‘‘aclimatação total’’ dos atletas em cidade com a altitude da capital colombiana (2.600 metros), onde o Brasil enfrentará a seleção da Colômbia, na terça-feira, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002. ‘‘O ideal seria trabalhar com o grupo de 20 a 30 dias no local do jogo’’, prosseguiu o fisiologista.
Os alimentos com carboidratos facilitam a digestão e funcionam ‘‘como combustível’’ para os atletas. A delegação brasileira não levará nenhum cozinheiro para Bogotá, mas Lotufo vai acompanhar a preparação das três refeições que serão servidas na segunda-feira e na terça. ‘‘Como não haverá tempo para trabalhar a parte física e nenhuma atividade técnica ou tática está prevista, o grande aspecto a ser tratado será alimentar’’, disse Lotufo.
A comissão técnica deve definir hoje ou amanhã o local do leve treino de domingo à tarde. O mais provável é que uma academia da zona sul do Rio seja escolhida, para que os jogadores possam submeter-se a sessões de hidromassagem, com sauna.
Colômbia – O técnico colombiano Luis Garcia ainda não definiu o time que vai enfrentar o Brasil. Ele esperava ontem a recuperação de alguns jogadores que se contundiram no fim de semana, como o goleiro Córdoba e o zagueiro Yepes.
O atacante Angel, do River Plate, disse ontem, em Bogotá, que não pode entrar em campo com a responsabilidade de decidir a partida. ‘‘Isso é uma tarefa de todo o time’’, declarou o mais badalado jogador da Colômbia.
Artilheiro do time argentino, Angel já se juntou ao grupo para dar início aos treinos visando à estréia da Colômbia nas Eliminatórias.
A equipe base colombiana conta com Oscar Córdoba; Gonzalo Martínez, Bermúdez, Iván Córdoba e Gerardo Bedoya; Jorge Bolaño, Alex Viveros, Rincón e Oviedo; Moreno e Juan Pablo Angel.