Imagem ilustrativa da imagem ‘Seja melhor que o Messi’




Aos 42 minutos do segundo tempo, com a iminente prorrogação, o técnico Joachim Löw optou pela entrada de Mario Götze no lugar de Miroslav Klose. Na coletiva após o título, o treinador fez uma revelação da conversa com o jogador que decidiu a Copa com belo gol, após cruzamento de Schürrle.
- Chamei-o antes de entrar e disse: "Mostre para o mundo que você é melhor do que o Messi. Que você vai decidir a Copa! Você tem a capacidade!" Eu tinha um bom pressentimento. Disse a ele que ele poderia jogar em qualquer posição – afirmou o técnico, que escalou o jogador de 1,71m como um falso 9.
Pelo gol decisivo, Götze foi eleito pela Fifa como o melhor jogador da partida. O jovem iniciou a Copa como titular nas duas primeiras partidas e depois ficou na reserva na última rodada da primeira fase, diante dos Estados Unidos. Depois, foi titular no duelo contra a Argélia, mas de novo voltou a ser reserva nas quartas de final contra a França e na semi diante do Brasil.
Ontem, como herói, ele disse que ainda não tinha caído a ficha.
- É uma sensação indescritível. Na hora, você chuta para o gol, não sabe o que está acontecendo. Conseguir curtir esse momento com o país, com a seleção, o sonho que virou realidade... Estou muito feliz, tenho muito orgulho da seleção e de tudo que fizemos no Brasil -. Afirmou o meia da Alemanha.

Obrigado, Brasil!
A Alemanha foi apontada como a campeã do carisma na Copa por ter encantado o povo brasileiro com muita simpatia. Joachim Löw afirmou que a energia e a relação fizeram a diferença no torneio:
- As pessoas que estiveram em volta foram maravilhosas. Sentimos uma energia, uma simpatia que, certamente, foram um dos pontos altos da minha carreira. Depois dos 7 a 1, tinha brasileiro nos aplaudindo. Muito obrigado, Brasil.