Segundona tem
fórmula de disputa
mirabolante
Os 23 times da Série A-2 farão uma maratona de jogos para conseguir a tão sonhada vaga na divisão de elite do futebol paranaense. Clubes e Federação chegaram a uma fórmula de disputa mirabolante.
As equipes da A-2 foram divididas em quatro grupos na primeira fase. Nessa etapa, o regulamento é simples: os times jogarão entre si dentro dos grupos. Avançarão para a segunda etapa os quatro melhores colocados de cada chave mais os dois melhores índices técnicos independente de grupo, num total de 18 equipes.
Aí, o regulamento começa a fundir a cabeça do torcedor. Para se chegar aos melhores índices técnicos e ao emparceiramento dos jogos mata-mata da segunda fase, será preciso calcular a média ponderada de pontos de cada time (divisão do número de pontos ganhos pelo número de jogos).
O mata-mata será feito pela seguinte ordem o 1º x 18º, 2º x 17º, 3º x 16º e assim por diante. Os nove classificados irão se juntar aos três eliminados da primeira fase da Série A-1 para disputar uma nova competição ainda este ano. Os dois primeiros colocados estarão garantidos na Série Ouro do Paranaense em 2001.
No Grupo A estão Cataratas, Cascavel, Sorec (Cascavel), Marechal (Marechal Cândido Rondon), Real (Francisco Beltrão) e Santo Antônio do Sudoeste. O Grupo B é formado por Sport Paraná (Formosa do Oeste), Atlético Clube Paranavaí (ACP), Cintos Mima (Colorado), Umuarama, Paranavaí Atlético Clube (PAC) e Cianorte. No Grupo C estão Arapongas, Nacional (Rolândia), Matsubara (Cambará) Assahi (Assaí) e Comercial (Cornélio Procópio). O Grupo D tem a Platinense (Santo Antônio da Platina), Telêmaco Borba, Prudentópolis, Ferroviário (Jaguariaíva) e Iraty (Irati).