|
  • Bitcoin 121.615
  • Dólar 5,0547
  • Euro 5,2170
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 03/08/2022, 21:25

São Paulo vence Ceará com gol de Nikão e pênalti perdido por Calleri

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 03 de agosto de 2022

THIAGO BRAGA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - São Paulo e Ceará entraram em campo na noite desta quarta-feira (3), no Morumbi, embalados por suas campanhas na Copa Sul-Americana. Só que o aguardado confronto entre as duas melhores equipes da competição até aqui ficou marcado pela falta de criatividade dos times. Com a vitória por 1 a 0, o clube do Morumbi pode empatar fora de casa que estará classificado para a semifinal do torneio. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (10), no Castelão, em Fortaleza.

Rogério Ceni escalou seus titulares para o confronto. Luciano tinha liberdade para buscar a bola e flutuava nas costas dos volantes do time cearense, na tentativa de dar ao time tricolor superioridade numérica no meio de campo e, assim, criar jogadas ofensivas. Só que o time abusava dos cruzamentos para tentar marcar. Calleri bem que tentou, mas ficou muito isolado. No primeiro tempo, as duas melhores chances foram dos visitantes, que chegaram a acertar a trave em chute do lateral Nino Paraíba.

Ceni escalou o time no seu já tradicional 3-5-2. O time chegou a ter 65% de posse de bola, mas pecava na hora de colocar seus atacantes em boa situação para finalizar. Na etapa final, o time foi mais ousado e se lançou ao ataque. Mesmo assim, ainda o fazia mais de forma intuitiva, na base do talento dos jogadores.

O Ceará entrou para explorar as subidas dos alas são-paulinos, especialmente com Mendoza, que jogava nas costas de Igor Vinícius.

O São Paulo voltou melhor no segundo tempo, e criou duas boas oportunidades logo no início, com Igor Gomes e Luciano. Só que o time só melhorou de rendimento após as entradas de Nikão e Galoppo. Nikão marcou o único gol da partida. No fim, Calleri teve a oportunidade de ampliar o placar, mas desperdiçou pênalti sofrido por ele mesmo e o resultado se manteve inalterado até o final.

SÃO PAULO

Felipe Alves; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinicius, Gabriel Neves (Pablo Maia), Rodrigo Nestor (Andrés Colorado), Igor Gomes (Galoppo) e Welington; Luciano (Nikão) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

CEARÁ

João Ricardo; Nino Paraíba, Luiz Otávio, Messias e Victor Luís; Richard Coelho, Richardson e Diego Rigonato (Fernando Sobral); Vina, Mendoza e Iury Castilho (Cléber). Técnico: Marquinhos Santos.

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Piero Maza (CHI)

Auxiliares: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)

VAR: Jhon Perdomo (COL)

Cartões amarelos: Nino Paraíba e Victor Luis (CEA); Welington e Pablo Maia (SÃO)

Gol: Nikão (SÃO), aos 25'/2ºT