São Paulo tem melhor aproveitamento com Rigoni e Benítez titulares


EDER TRASKINI
EDER TRASKINI

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Emiliano Rigoni se tornou um dos principais jogadores do São Paulo rapidamente. As ausências dele e a do também argentino Martín Benítez entre os titulares na derrota para o Fluminense no último domingo (12) foram novamente alvo de críticas, e os números ajudam a explicar: o time tricolor tem aproveitamento melhor com a dupla argentina.

Rigoni estreou pelo clube do Morumbi na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Atlético-GO, no começo de maio. O argentino lidera a equipe em participações em gols dentro do período: foram 14, sendo nove gols e cinco assistências. Pablo é o líder na temporada com 17 participações, mas oito delas ocorreram no Paulista —antes da chegada de Rigoni.

Desde quando Rigoni ficou à disposição, o São Paulo disputou 26 jogos e o técnico Hernán Crespo escalou a equipe sem ele nem Benítez entre os titulares por nove vezes. Entre estas ocasiões, o time tricolor venceu três, empatou duas e saiu derrotado em quatro oportunidades, conquistando 11 de 27 pontos para um aproveitamento de 40%.

O número salta quando trata dos jogos em que o comandante compatriota da dupla optou por ter Rigoni e Benítez como titulares. Foram sete jogos assim na temporada: três vitórias, três empates e somente uma derrota, somando 12 de 21 pontos e subindo o aproveitamento para 57%, quase metade a mais do que os 40% sem a dupla.

Um dos jogos em que os argentinos começaram no banco de reservas foi justamente contra o Fortaleza, adversário às 21h30 desta quarta-feira (15), em jogo decisivo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Naquela oportunidade, o time de Crespo saiu derrotado por 1 a 0 dentro do Morumbi.

Já na partida de ida pelo torneio nacional, Rigoni e Benítez foram titulares, e o atacante marcou duas vezes para abrir vantagem para o São Paulo. A equipe do Morumbi, no entanto, cedeu o empate por 2 a 2 e agora tentará a classificação no Castelão, em jogo sem gol qualificado.

Apesar dos melhores números com a dupla em campo, somente Rigoni deverá ser titular na decisão. Arboleda, recuperado de lesão, também estará na formação inicial, que deverá ser a seguinte: Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Nestor, Gabriel Sara e Reinaldo; Rigoni e Pablo.

Wellington ainda poderá aparecer no lugar de Reinaldo, na lateral esquerda. Já os recém-contratados Calleri e Gabriel Neves estarão fora do duelo, já que não foram inscritos na Copa do Brasil.

Estádio: Castelão, em Fortaleza (CE)

Horário: 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira (15)

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)

VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Transmissão: TV Globo, SporTV e Premiere

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo