|
  • Bitcoin 152.121
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 14/03/2022, 09:43

São Paulo roda time, mostra evolução e ganha gás na reta final do Paulista

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 14 de março de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O São Paulo entrou em campo contra o Mirassol com oito mudanças em relação ao time que enfrentou o Palmeiras, na última quinta-feira (10). Mesmo com a troca de peças, o time fez boa exibição no interior paulista e saiu de campo com a importante vitória por 3 a 0, pela 11ª rodada do Paulista.

O triunfo também garantiu a liderança do Grupo B com uma rodada de antecedência e recolocou a equipe no caminho dos triunfos. Antes de tropeçar no Palmeiras, o Tricolor havia acumulado sete jogos seguidos sem nenhum revés na temporada.

"Elenco vem bem, talvez melhor do que o time. A gente vem jogando em ritmo parecido mesmo com as trocas. Se não apresenta um futebol brilhante, apresenta bom nível de jogo, com um bom nível de competitividade. Acho que está em um estágio bem superior ao que encontramos no ano passado e finalizamos o Brasileiro", disse o técnico Rogério Ceni na coletiva após o jogo.

A boa rotatividade do plantel foi muito celebrada pelo comandante. Apesar de ter um grupo mais numeroso do que considera ideal (25 jogadores), o treinador mostrou preocupação em dar atenção a todos e manter o elenco bem nivelado para os momentos decisivos que se aproximam na temporada.

"Estamos tentando dar minutos e que precisam melhorar a parte física. A característica desse time é competir até o final. Tem três ou quatro jogadores ainda um pouco abaixo fisicamente, que são importantes para o time. A gente se torna mais forte se eles se igualarem aos demais. Estamos tentando, no dia a dia, convencer que é importante a competitividade para que o talento de cada um se sobressaia", completou.

RODÍZIO PARA CONTINUAR

Garantido na primeira posição do Estadual, Ceni pode aproveitar a última rodada da primeira fase para continuar com o revezamento do elenco. Até porque uma série de decisões aguarda o Tricolor na temporada: quarta-feira (16), às 21h30, encara o Manaus, pela segunda fase da Copa do Brasil. E, depois de enfrentar o Botafogo de Ribeirão Preto, domingo (20), às 16h, entra na fase do mata-mata do Paulista.

Além da preocupação com desgaste físico que o São Paulo apresenta, Ceni também mostrou atento ao momento que o Tricolor terá pela frente em março. Segundo o treinador, o que a equipe apresentar nas próximas partidas será bom indicativo de onde poderá chegar no Brasileirão.

"Se a gente encontrar com o Corinthians novamente, teremos uma equipe talentosa e que vai trazer dificuldades se enfrentarmos. O Palmeiras é um time pronto e ajeitado com uma maneira de jogar diferente e que encontramos muitas dificuldades. Se jogar contra esses times em jogo único, com uma dificuldade a mais pela torcida adversária em campos distintos, teremos uma noção melhor de que estágio essa equipe se encontra, se precisa que alguém de fora chegue", avaliou.

Apesar de citar o fato de jogar fora de casa, o São Paulo ainda tem chance de terminar a primeira fase na segunda colocação geral. Atualmente, o clube do Morumbi está na terceira colocação com 20 pontos, mesma posição do Corinthians, que leva a melhor no saldo (10 a 7) e tem um jogo a menos.

Caso o Corinthians não vença seus compromissos e o Tricolor faça sua parte contra o Botafogo, será o segundo colocado. Vale ainda reforçar que a pontuação nas quartas de final continua contando para definir o mando de campo na semifinal do Paulistão.