|
  • Bitcoin 118.755
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3365
Londrina

Esporte

m de leitura Atualizado em 12/07/2022, 18:45

São Paulo renova com Rogério Ceni até o fim de 2023

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 12 de julho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - São Paulo e Rogério Ceni acertaram na tarde desta terça-feira (12), a renovação do contrato do treinador com o clube. O vínculo agora vai até dezembro de 2023.

"Feliz pelo interesse da direção em dar continuidade ao trabalho. Poderemos pensar e planejar o próximo ano, e fico contente pela demonstração de confiança. Agradeço de coração", afirmou o técnico Rogério Ceni, através do site oficial do São Paulo.

Em suas duas passagens como treinador do Tricolor, Ceni comandou o time em 94 jogos: com 43 vitórias, 29 empates e 22 derrotas, além do jogo comandado pelo auxiliar Charles Hembert, vitória por 2 a 1 sobre o Santos.

"É incontestável a ligação de Rogério Ceni com o São Paulo Futebol Clube. Antes mesmo de assumir o cargo, já acreditava que em caso de vacância ele seria o nome mais adequado para ser o técnico. Ele tinha sido campeão brasileiro por outro clube no início da gestão, e nós tivemos um trabalho positivo com o Crespo. Na sequência, pudemos trazê-lo e desenvolver um projeto organizado", afirmou o presidente do São Paulo, Julio Casares.

Desde que ele voltou, em outubro do ano passado, Rogério esteve à frente da equipe em 57 jogos, conquistando 28 vitórias, além de 16 empates. O time saiu de campo derrotado em 12 oportunidades.

Em 2021, quando retornou em uma situação crítica, Ceni comandou o São Paulo em 13 jogos, com cinco vitórias, três empates e cinco derrotas. Já em 2022 são 44 jogos, com 25 vitórias, 13 empates e 7 derrotas.

"A renovação antecipada do Rogério e da comissão técnica nada mais é do que a demonstração da confiança mútua no trabalho que todos realizamos no dia a dia", disse o diretor de futebol Carlos Belmonte.

Até aqui em sua carreira, Rogério conquistou o Brasileiro da Série A, em 2020, com o Flamengo, e o título da Série B, em 2018, com o Fortaleza. Ao todo, foram oito taças levantadas pelo treinador.